Baixe o aplicativo  INTERPRESS MOTOR para seu iPhone / iPad Adicionar aos favoritos Recomende a um amigo Faça deste site sua página inicial
Lançamento
Opinião
Reportagem
Galeria de fotos
Notícias
Blog do Luís Perez
Manutenção
Vídeos
Caminhões e ônibus



Papel de parede
Jogos

Shopping









REPORTAGEM
02/06/2008 - 19h12 Bookmark and Share
AVALIAÇÃO
Picanto quebra paradigmas de carros coreanos
Modelo da Kia está mais bem equipado e custa agora a partir de R$ 35.900
por LUÍS PEREZ, de Itu (SP)
Não é que o preconceito em relação a carros coreanos está se dissipando? Tudo bem, talvez ele esteja apenas mudando de mãos – para modelos chineses. Fato é que os coreanos têm melhorado muito em termos de qualidade de materiais e acabamento. Talvez deixem um pouco a desejar na hora de agradar a nosso gosto ocidental.
Mas se o que vem à sua mente quando se fala em coreano é ou uma daquelas minivans de vender cachorro-quente ou um utilitário esportivo grandão, esqueça.

Kia Picanto - foto Luís Perez

Kia Picanto - foto Luís Perez
Desde fevereiro o Picanto tem novos faróis e lanternas traseiras

Depois de quebrar paradigmas em 2006, quando foi lançado, o Kia Picanto acaba de passar por uma plástica que o deixou mais próximo do gosto do brasileiro. Agora, para ampliar a aceitação do hatchback e tirar de vez a idéia de que o Picanto é caro para o que oferece, a marca resolveu acrescentar novos equipamentos de série.

Agora o veículo traz entrada para iPod no console dianteiro, abertura das portas na chave por controle remoto, setas incorporadas aos retrovisores externos e, para garantir a segurança em caso de acidente, airbag para motorista e passageiro.

Kia Picanto - foto Luís Perez

Kia Picanto - foto Luís Perez
Silhueta (no alto) não mudou; versão avaliada foi 1.0 de 61 cavalos

Avaliado por Interpress Motor em trechos urbanos e rodoviários próximos a Itu (SP), onde fica a sete da Kia Motors do Brasil, o Picanto equipado com motor 1.0 de 61 cv (cavalos) de potência, associado a uma transmissão manual de cinco velocidades, se mostrou uma solução interessante para quem procura versatilidade para rodar de casa para o trabalho na cidade (que afinal de contas é o uso regular de um modelo como esse).

Claro que não se pode esperar um desempenho fantástico de um carro um pouco acima de "mil". Mas o Picanto compensa com seu caráter exclusivo – ainda é raro vê-lo pelas ruas. Seu preço é de R$ 35.900, similar a um veículo com tal motorização dotado de seu nível de equipamentos (a versão automática sai por R$ 40.900).

Kia Picanto - foto Divugação

Kia Picanto - foto Divulgação
Painel (no alto) é simples, mas mostradores incluem conta-giros

As duas versões do Picanto têm a mesma configuração de equipamentos. Trazem ar-condicionado, direção elétrica, vidros, travas das portas e espelhos retrovisores com comando elétrico, rodas de liga-leve, toca-CDs com função MP3, farol de neblina, limpador e desembaçador traseiros, aerofólio traseiro, saias laterais, regulagem de altura do volante de direção, além dos quatro novos itens adicionados.

Quem adquirir um Picanto, segundo a Kia, não ficará órfão de assistência. Além de uma garantia acima da média do mercado (são cinco anos sem limite de quilometragem), hoje há 69 pontos-de-venda no país. A idéia é fechar o ano com uma centena de concessionárias.

Kia Picanto - foto Luís Perez
Detalhe da lanterna, que agora vem com elementos circulares

"No último mês foram emplacadas 480 unidades do Picanto no Brasil e nossas concessionárias aumentam todos os meses seus pedidos. As vendas do modelo, que já ocupa o segundo lugar entre os veículos da marca, demonstram que os brasileiros estão entendendo a proposta da Kia de oferecer um veículo de uso urbano com qualidade, segurança, bem equipado, garantia de cinco anos por um custo-benefício altamente atrativo", afirma José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil.

Segundo a empresa, o público do Picanto ("canto picante", na estranha etimologia das montadoras...) são pessoas de 18 a 25 anos, que gostam de modelos ágeis e econômicos para a cidade, que utilizam o veículo para trabalho no dia-a-dia e para o lazer no fim de semana. Seus principais concorrentes são os "mil" mais completos, além de modelos como Citroën C3 1.4, Peugeot 206 1.4 e Honda Fit 1.4 (estes dois últimos inclusive concorrem com a opção de câmbio automático).


FICHA TÉCNICA
Kia Picanto EX

Motor: dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, três válvulas por cilindro, a gasolina, 999 cm³ de cilindrada
Potência: 61 cv a 5.600 rpm
Torque: 8,8 kgfm a 4.000 rpm
Câmbio: manual, de cinco velocidades
Suspensão: dianteira independente tipo McPherson; traseira semi-independente, com eixo de torção
Freios: a disco na dianteira e a tambor na traseira
Dimensões: 3,54 m de comprimento; 1,60 m de largura; 1,48 m de altura; 2,37 m de entreeixos
Peso: 890 kg
Tanque: 35 litros
Porta-malas: 220 litros
Preço: R$ 35.900


voltar
Carpress | Shopping | Expediente
© 2006-2014 Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio
de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por AD&R Web