Baixe o aplicativo  INTERPRESS MOTOR para seu iPhone / iPad Adicionar aos favoritos Recomende a um amigo Faça deste site sua página inicial
Lançamento
Opinião
Reportagem
Galeria de fotos
Notícias
Blog do Luís Perez
Manutenção
Vídeos
Caminhões e ônibus



Papel de parede
Jogos

Shopping









LANÇAMENTO
26/04/2010 - 14h42 Bookmark and Share
AVALIAÇÃO
O que há de novo no Fiesta 2011 está na frente
Carro-chefe da Ford, que parte de R$ 29.900, incorpora design kinetic e novos itens
por LUÍS PEREZ, enviado especial a Buenos Aires
A Ford promove mais uma reestilização no seu automóvel mais vendido, o Fiesta, que chega como linha 2011. Sua dianteira foi completamente renovada, com direito a uma grade frontal em formato de trapézio (formando um “bocão”, algo cada vez mais comum em diversos modelos). A principal alteração está nos faróis, que ganharam um design mais marcante, em sintonia com a identidade global da marca.

"Atualizamos o modelo dentro da nova linguagem de design da Ford, o conceito kinetic. Com ele, mesmo parado, o carro dá ideia de movimento", afirma João Marcos Ramos, gerente de design da Ford. Além de função estética, os novos faróis – que também devem despertar polêmica – tiveram sua eficiência ampliada. Dados da Ford dão conta de que o volume de luz projetado em uma distância de 15 metros foi aumentado em até 50%. O farol alto, por sua vez, está com alcance 24% maior. Seu acabamento chega com duas opções: moldura escurecida na versão Fly e cromada na Pulse.

Tanto na traseira da carroceria hatch quanto na da Sedan, as lanternas trazem novos elementos translúcidos. A régua do porta-malas está mais larga, e o oval que abriga o logo da Ford, maior. Há ainda duas novas opções de cor: vermelho Icaraí e Azul Maraú, ambas perolizadas.

Ford Fiesta 2011 - foto Divulgação

Ford Fiesta 2011 - foto Divulgação
O Fiesta 2011: dianteira com faróis arrojados e "bocão" frontal

Galeria de fotos Confira mais imagens na galeria.

Além do novo desenho externo, o veículo recebeu mais equipamentos – de série, oferece travas elétricas, controle remoto com abertura das portas, porta-malas e botão localizador, bem como alarme, travamento automático das portas a 15 km/h e botão de abertura elétrica do porta-malas no painel.

Por dentro, o carro traz novas padronagens de tecido: Acapulco, Nazca, Amsterdam e Zurique. O painel traz quadro de instrumentos com novo grafismo, com visual mais moderno. Chama a atenção a iluminação branca, com função "always on" (de sempre ligada). Na versão pulse, o painel traz computador de bordo integrado e acabamento do painel central e aros das saídas de ar na cor Titanium.

Conhecido dos modelos Porsche e inaugurado no Brasil pela atual geração do Chevrolet Vectra, o Fiesta vem agora com função em que os ponteiros vão e voltam quando se liga a chave (a Ford a chama de "boas-vindas", mas há quem fale em "varredura"). O painel traz também duas novas funções: alerta de manutenção programada (avisa quando o carro atinge a quilometragem ou o tempo previsto para a próxima revisão) e diagnóstico do sistema de injeção e emissões.

Ford Fiesta 2011 - foto Divulgação

Ford Fiesta 2011 - foto Divulgação
Traseira e interior chegam com mudanças bastante discretas

Seus motores continuam os mesmos consagrados RoCam 1.0 de 69 cv (cavalos) com gasolina a 73 cv com álcool e 1.6 (101 cv a 107 cv). Avaliado por Interpress Motor em um test-drive relativamente curto, entre Buenos Aires e a cidade vizinha de San Isidro, na Argentina, o modelo não mostrou praticamente nenhuma mudança em termos de comportamento dinâmico. Continua com uma dirigibilidade honesta e bastante confortável.

Seus preços também não mudaram. Partem de R$ 29.900 na versão hatch 1.0. O hatch 1.6 começa em R$ 34 mil. O Sedan 1.0 começa em R$ 33.550, enquanto o Sedan 1.6 tem preço inicial de R$ 37.650. O hatch 1.0 completo (com ar-condicionado, direção, vidros e travas elétricos) custa R$ 35.510. Já o Fiesta Sedan 1.6 com os mesmos itens custa R$ 41.210. O modelo traz sete kits de equipamentos, sendo que o Segurança, composto por ABS e airbag duplo, sai por apenas R$ 2.000.

Há ainda os seguintes kits: Somma (ar-condicionado), por R$ 2.800; Neo (vidros elétricos dianteiros), por R$ 1.700; Prestige (direção hidráulica e vidros elétricos dianteiros), por R$ 3.120; Class (ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos dianteiros e adesivos Class), por R$ 5.250; My Connection (CD player com MP3, Bluetooth, entrada USB e para iPod), por R$ 1.100 e Performer (rodas de liga leve de 14 polegadas), por R$ 900.

As diferenças das versões Fly e Pulse vão além dos faróis. A Fly traz aquecedor, limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro, preparação para instalação de rádio, alto-falantes e alças de segurança. A Pulse vem agora com faróis cromados, faróis de neblina e computador de bordo, além de maçanetas, espelhos retrovisores e régua do porta-malas na cor do veículo, painel central, maçanetas internas e anéis das saídas de ar com acabamento na cor Titanium, console central com porta-objetos e luz de leitura dianteira direcional.

Segunda reestilização desde 2002

Lançado em 2002, o Fiesta foi o primeiro modelo produzido na fábrica de Camaçari (BA) e já teve mais de 660 mil unidades vendidas. Sua reestilização anterior havia sido no início de 2007. "O peso do modelo hoje na marca é muito forte. É o nosso carro de volume. O Ka é 26% das vendas, enquanto o Fiesta é 40%", afirma Antonio Baltar, gerente-geral de marketing da Ford. Com a estratégia, o modelo busca ter a melhor relação custo-benefício da categoria.

Não, o Fiesta 2011 não é um "carro tampão". Ele prepara o terreno para o novo Fiesta, maior, que deve ser produzido no México e lançado no Brasil no último trimestre deste ano. “Os dois produtos vão conviver juntos. O novo Fiesta é um carro global. Hoje a plataforma desse tipo de carro cresceu e ele tem de ser um pouco maior também”, anunciou, durante a convenção de lançamento, Rogelio Golfar, diretor de Comunicação e Assuntos Governamentais da Ford América do Sul. O novíssimo modelo deverá chegar primeiro na versão sedã e competir com Honda City e Fiat Linea.

O jornalista Luís Perez viajou a convite da Ford

leia mais LEIA TAMBÉM: Professor Pasquale testa Fiat 500; veja galeria.

leia mais Classic 2011 mira "nova classe média".

leia mais Ford produzirá carro inédito na Argentina

leia mais Volvo C30 reestilizado parte de R$ 79.900.

leia mais VW Saveiro Cross custa a partir de R$ 41.840.

leia mais Citroën C3 Picasso é flagrado em testes.

leia mais Siga Interpress Motor no Twitter.

leia mais Maioria se informa sobre carros pela internet.

leia mais Anuncie em Interpress Motor. Peça aqui sua proposta.

leia mais Compare preços no Shopping Interpress Motor.

leia mais Quer receber o boletim Interpress Motor? Cadastre-se


voltar
Carpress | Shopping | Expediente
© 2006-2014 Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio
de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por AD&R Web