Shopping Interpress
OPINIÃO
LANÇAMENTO
REPORTAGEM
BUSCA
FALE CONOSCO
BOLETIM
SHOPPING
INTERBLOG
NOTÍCIAS








LANÇAMENTO
DUAS RODAS
Robusta, moto Pop 100, de R$ 3.990, é gostosa de pilotar
Novo modelo da Honda vem sem embreagem automática, partida elétrica e bagageiro
por LUÍS PEREZ

Divulgação
Carenagem mostra simplicidade da Pop 100, que descende da C 100 Biz

É notável o mercado para uma motocicleta como a recém-lançada Pop 100, da Honda. Irônico que ele prolifere graças ao caos no transporte coletivo. De qualquer forma, feliz os que encontram boas oportunidades mesmo na crise. Foi isso o que a fabricante fez ao lançar seu conceito de “Motocracia”. “Todos têm direito a uma Honda”, afirma Kazuo Nozawa, vice-presidente da empresa no Brasil.

Divulgação
Suspensão é calibrada para agüentar buracos da cidade com valentia

Pode até ser que não faltem pessoas se queixando de que a nova moto é feia (algo completamente subjetivo, diga-se) ou da falta de embreagem automática, opção de partida elétrica ou bagageiro como na Biz – no qual cabe um capacete ou pequenas compras de supermercado. Tudo para baixar o custo. Afinal ela chega ao mercado como um dos modelos mais em conta: R$ 3.990.

Divulgação
Guidão largo e alto proporcionam bastante prazer ao pilotar o novo modelo

Só que a Pop 100, com seu guidão alto e largo e um jeito absolutamente simples tem três qualidades imbatíveis: é muito gostosa de pilotar, robusta e absolutamente confiável na mecânica. Palavra de dono de Honda C 100 Biz, da qual o novo modelo “popular” herdou motor e suspensão. Interpress Motor a avaliou em um circuito planejado pela Honda no Centro de Exposições Imigrantes, zona sul de São Paulo.

Divulgação
Não há porta-capacete, como na Biz; mas existe um gancho para pendurá-lo

Tal estratégia não é nova, sobretudo no mundo das quatro rodas. Quem não se lembra do Volkswagen Gol Special ou do Ford Fiesta Street? No ano passado a Honda fez um “upgrade” na C 100 Biz e lançou a Biz de 125 cm³ de cilindrada. Abriu assim caminho para a Pop 100, que é R$ 902 mais barata do que a Biz mais em conta (a 125 KS sai por R$ 4.892). Em um consórcio de 72 meses (seis anos), a Pop 100 sai por R$ 75,10 por mês, de acordo com a área comercial da Honda.

Divulgação
Vendas da Pop 100 começam na primeira semana de fevereiro: R$ 3.990

Suas vendas começam na primeira semana de fevereiro, e a Honda espera comercializar 150 mil unidades no primeiro ano. Em versão única, chega nas cores preto, vermelho, amarelo e azul. Traz motor OHC (Over Head Camshaft) de 6,5 cv (cavalos) de potência e torque (força) de 0,72 kgfm.

Divulgação
Sob o banco cabe há no máximo um porta-ferramentas; tanque tem 4 litros

Os engates do câmbio são precisos, com avanços para baixo sem “engasgos” e ótimo desempenho nas acelerações e retomadas de velocidade. O tanque de combustível tem capacidade para quatro litros. Embora a Honda não forneça dados de fábrica, não seria exagero estimar o consumo em algo como 40 km/l – nada desprezível, sobretudo no trânsito urbano.


 

FICHA TÉCNICA
Honda Pop 100
Motor: OHC monocilíndrico, 4 tempos, arrefecimento a ar
Potência: 6,5 cv a 8.000 rpm
Torque: 0,72 kgfm a 5.000 rpm
Câmbio: quatro velocidades
Suspensão: dianteira de garfo telescópico de 100 mm; traseira de braço oscilante de 83 mm
Freios: a tambor nas duas rodas
Dimensões: 1,82 m de comprimento; 0,74 m de largura; 1,02 m de altura; 1,22 m de entreeixos
Peso: 85 kg
Tanque: 4 litros
Altura do assento: 0,75 m
Preço: R$ 3.990 (não inclui
frete e seguro)

 




















Publicado em 14/12/2006

voltar
© Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por ADR Web