Baixe o aplicativo  INTERPRESS MOTOR para seu iPhone / iPad Adicionar aos favoritos Recomende a um amigo Faça deste site sua página inicial
Lançamento
Opinião
Reportagem
Galeria de fotos
Notícias
Blog do Luís Perez
Manutenção
Vídeos
Caminhões e ônibus



Papel de parede
Jogos

Shopping









LANÇAMENTO
22/01/2014 - 07h30 Bookmark and Share
AVALIAÇÃO
EC7 mostra que enfrentar Geely não será bolinho
Sedã de marca chinesa chega com predicados para agradar em cheio ao brasileiro
por LUÍS PEREZ, enviado especial a Itu (SP)
Chega ao mercado um modelo que tem todos os atributos para tirar o sono da chinesa JAC e, de quebra, de alguns sedãs médio-compactos. É o Geely (pronuncia-se "djíli") EC7, trazido ao país pelas mãos do grupo Gandini, o mesmo que há mais de duas décadas importa os carros da Kia. O EC7 está longe de parecer um desses chineses que são simplesmente trazidos do jeito que são vendidos em seu país de origem.

Seu design deve agradar bem ao público brasileiro. Dianteira e traseira têm elementos com desenho contemporâneo, sem exagero no emprego de cromados. O único detalhe que parece não ornar é justamente o logotipo da Geely. De fundo dourado (e lembrando o da Cadillac), soa um pouco cafona, sobretudo sobre uma grade cromada.

Por dentro o modelo também agrada. Apesar de muito plástico duro (e uma agradável textura onde motorista e passageiro encostam os braços), seu acabamento parece competente. O interior é escuro, de acordo com o gosto médio do brasileiro. Não há muito o que desabone o acabamento do modelo que, afinal, é feito para ser mais barato do que os concorrentes.

Geely EC7 - foto Divulgação

Geely EC7 - foto Divulgação

Geely EC7 - foto Divulgação

Geely EC7 - foto Divulgação
Design é interessante e deve cair no gosto do público

Embora não tenha anunciado o preço exato, o valor "dos sonhos" para a marca é fixá-lo em R$ 49.990. Essa definição, no entanto, ainda depende de uma série de fatores, sobretudo a cotação do dólar, que anda meio alta. O consumidor, no entanto, tem motivos para estar confiante. O carro é montado no Uruguai, em regime de CKD (sigla em inglês que significa completamente desmontado).

Não se deve esperar o desempenho de um esportivo. O motor do EC7 é 1.8 16V de 130 cv. A aceleração de 0 a 100 km/h, segundo a empresa, acontece em 12 segundos. De fato, no test-drive realizado por Carpress em estradas próximas à região de Itu (SP), onde aconteceu o lançamento, o fôlego ficou um pouco a dever. O torque (força) do motor, de 16,9 kgfm, aparece aos 4.400 rpm. A velocidade máxima é de 185 km/h.

Estável nas curvas e silencioso para a categoria, o EC7 parece ser uma boa pedida. Enquanto fotografávamos o modelo no heliponto de um clube de golfe onde houve uma parada técnica da avaliação, um casal veio perguntar que carro era aquele. Depois emendou uma questão sobre o preço. Reação: "R$ 50 mil? Só? Barato, né?".

Pois bem, para um carro que oferece além dos obrigatórios ABS (com EBD) e airbag, freio a disco nas quatro rodas, barras de proteção lateral, cintos de três pontos para cinco ocupantes, sistema Isofix de fixação de cadeirinhas, sensor de estacionamento traseiro, entre outros itens de segurança, parece razoável.

Geely EC7 - foto Divulgação

Geely EC7 - foto Divulgação

Geely EC7 - foto Divulgação

Geely EC7 - foto Divulgação
Carro se preocupa com requinte; acima, motor 1.8  de 130 cv

Também não fica a dever em conforto. Tem ar-condicionado com controle eletrônico, direção hidráulica, bancos de couro, coluna de direção com regulagem de altura (mas não de profundidade), computador de bordo (com funções de autonomia, velocidade média e hodômetro parcial), destravamento do porta-malas, travas elétricas nas quatro portas, entre outros itens.

Irrita um pouco a quantidade de espaços para botões sem função, mas releva-se. Outro ponto negativo é a falta de opção com câmbio automático, o que a marca promete oferecer a partir do início do próximo ano. O motor também não é flex – algo prometido para julho. Fica a dúvida: será que muita gente não vai preferir aguardar para comprar a versão flex com câmbio automático?

Atrativo do modelo é o espaço no porta-malas. São imensos 670 litros (o tanque de combustível comporta 50 litros). Outras dimensões: 4,64 metros de comprimento, 1,79 m de largura, 1,47 m de altura e 2,65 m de entre-eixos. Seus maiores rivais declarados são, além do JAC J5, o Volkswagen Polo Sedan e o Fiat Linea.

Geely EC7 - foto Divulgação

Geely EC7 - foto Divulgação

Geely EC7 - foto Divulgação

Geely EC7 - foto Divulgação
Interior (alto), logo na grade (meio) e pisca no retrovisor (acima)

A garantia do modelo é de três anos ou 100 mil quilômetros (o que acontecer primeiro). "Excetuam-se da cobertura itens como bateria, quebra ou trinca de vidros, pneus, amortecedores, embreagem, palhetas do limpador de para-brisa, pastilhas e discos de freios", afirma Oswaldo Jardim, gerente de pós-vendas.

Para ter direito à garantia, as revisões (primeira com 3.000 quilômetros e as outras a cada 10 mil quilômetros) devem ser feitas dentro do prazo em autorizadas Geely. Por falar nisso, a marca espera uma expansão a jato no mercado. Hoje são 15 concessionárias (as regiões Sul e Sudeste representam 67,9% delas), mas o planejamento inclui inaugurar mais dez até o final do ano.

No mercado brasileiro o EC7 estará disponível nas cores preto e branco sólidos e metálicos prata, cinza e azul. Em abril a família cresce, com a chegada do hatchback GC2. A marca espera vender no total 3.500 unidades dos dois modelos – 60% do EC7 e 40% do GC2.

Ah, e antes que alguém diga que a Geely é uma chinesinha aventureira, vale lembrar que desde 2010 a empresa é dona da Volvo Cars e detém ainda a Manganese Bronze (fabricante dos táxis londrinos) e australiana DSI, uma das maiores fabricantes de transmissões automáticas no mundo. Enfrentá-la não será fácil. Ou, como se diz na gíria, não será bolinho.

leia             mais LEIA TAMBÉM: Hyundai faz mudanças pontuais na linha HB20.

leia             mais Saiba que carros serão lançados em 2014.

leia             mais Se preferir, veja os lançamentos do ano em ordem cronológica

leia             mais Conheça alguns esboços do novo Ford Ka.

leia             mais Ka Concept desnuda novo compacto global da Ford.

leia             mais Focus vence Civic em duelo de sedãs top.

leia             mais Chevrolet Agile ganha retoques para 2014.

leia             mais Agile e Sonic ganham série especial Effect

leia             mais Novo Camaro desembarca no Brasil por R$ 210 mil.

leia             mais Novo Volkswagen Golf parte de R$ 67.990.

leia             mais C4 Lounge adota soluções mais convencionais.

leia             mais Novo Focus hatch tem motor 1.6 e parte de R$ 60.990

leia             mais Focus Sedan tem "preço chamariz" de R$ 69.990

leia             mais Volkswagen Kombi, 56, se despede com série especial

leia             mais Toyota Etios ganha sofisticação para 2014; assista

leia             mais Para Ford, sistema start/stop é inútil no Brasil

leia             mais Audi anuncia que vai fabricar A3 Sedan e Q3 no Brasil

leia             mais Citroën C4 Lounge chega por R$ 59.990.

leia             mais New Fiesta brasileiro está longe de empolgar.

leia             mais Testamos com exclusividade o Nissan Altima no Brasil.

leia             mais Interpress Motor passa a se chamar Carpress.

leia             mais Siga Carpress no Twitter.

leia             mais Maioria se informa sobre carros pela internet.

leia             mais Anuncie em Carpress. Peça aqui sua proposta.

leia             mais Compare preços no Shopping Carpress.

leia             mais Quer receber o boletim CarpressCadastre-se


voltar
Carpress | Shopping | Expediente
© 2006-2014 Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio
de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por AD&R Web