Baixe o aplicativo  INTERPRESS MOTOR para seu iPhone / iPad Adicionar aos favoritos Recomende a um amigo Faça deste site sua página inicial
Lançamento
Opinião
Reportagem
Galeria de fotos
Notícias
Blog do Luís Perez
Manutenção
Vídeos
Caminhões e ônibus



Papel de parede
Jogos

Shopping









LANÇAMENTO
18/04/2012 - 13h40 Bookmark and Share
AVALIAÇÃO
E 500 Guard traz os prós da blindagem de fábrica
Não falta fôlego ao sedã de 408 cv da Mercedes-Benz, seu por R$ 423.500
por LUÍS PEREZ
Não adianta dizer que dirigir um carro com 300 kg a mais não faz diferença. Mesmo modelos com blindagem mais leve, em torno de 100 kg, proporcionam diferença na dirigibilidade. Da mesma forma como alguns tentam nos convencer de que motor diesel é igual aos a gasolina, no caso dos automóveis. Não é. Tudo bem, a imagem que brasileiro tem de diesel ainda é relacionada a vibração, desconforto e fumaça preta. Mas igual ao ciclo Otto não é. Mas estamos aqui falando de blindagem...

É que a Mercedes-Benz acaba de apresentar a linha 2012 do sedã E 500 Guard, blindado de fábrica. O que esse carro faz pudemos comprovar em provas realizadas em uma pista montada em frente à sede da empresa, em São Bernardo do Campo (SP), e durante um test-drive por rodovias paulistas. E o que ele exibiu foi extrema agilidade para o dia a dia, mesmo carregando 300 kg a mais de uma proteção superior à de nível IIIA, a mais comum aplicada no Brasil, que dá conta de praticamente todas as armas de mão.

Mercededs-Benz E 500 Guard - foto Divulgação
Mercedes-Benz E 500 Guard, submetido a provas de balística

Galeria de fotos Imagens do test-drive e de exercícios na galeria.

leia             mais Tire suas dúvidas sobre blindagem aqui.

Também, o motor é um BlueEfficiency 4.6 V8 de 408 cv de potência, capaz de atingir os 100 km/h em apenas 5,3 segundos e chegar à velocidade máxima de 240 km/h, limitada eletronicamente em razão dos pneus tipo run-flat, que permitem rodar até cerca de 80 quilômetros, a 80 km/h, mesmo vazios. Feito para estadistas, diplomatas e dirigentes de empresas, o modelo ainda comporta 540 litros de bagagem e tem capacidade de carga total de 550 kg. O preço? R$ 423.500, R$ 50 mil a mais do que a mesma versão se fosse comercializada sem a blindagem.

Por mais que uma ou outra blindadora ainda tente enganar o cliente, se dizendo „a oficial da Mercedes-Benz na Alemanha“, os veículos da marca são protegidos ainda na linha de montagem. Seu know-how com blindados vem de longe – desde 1928, quando desenvolveu um automóvel com proteção especial baseado no modelo Nürburg 460. A Daimler-Benz foi, assim, a primeira empresa a produzir veículos equipados de fábrica com elementos protetores projetados para proporcionar proteção aos ocupantes contra ataques com armas de fogo e explosivos. Há 14 anos a empresa importa blindados de fábrica para o Brasil.

Como resultado final, um veículo mais equilibrado (e seguro) do que os blindados regularmente, que têm de ser desmontados e depois remontados. Para começar, suspensão e freios são adaptados para o peso adicional dos itens de proteção. O E 500 Guard é equipado de série com uma versão especial Nível II da suspensão pneumática Airmatic.

Mercedes-Benz E 500 Guard - foto Divulgação
Sedã exibiu agilidade durante test-drive

Os sistemas de controle eletrônico e segurança que auxiliam o condutor em situações críticas foram adaptados para corresponder às diferenças de parâmetros em relação ao modelo normal. Traz também rodas de 18 polegadas e pneus tipo run-flat, projetados para uma velocidade máxima de 240 km/h.

Ainda restrito ao Classe E no Brasil, os modelos E-Guard são equipados com proteção nível VR4. O esforço foi no sentido de manter as consagradas qualidades do modelo, como ótimo espaço interno, acústica espacial, proteção solar e demais funções de iluminação e conforto. As janelas laterais do motorista e passageiro da frente, com comando elétrico, podem ser abertas completamente. Vidros elétricos eficientes também são oferecidos para a parte traseira.

Sua lista de equipamentos inclui sistema de alarme de emergência, que faz os faróis piscarem e dispara um sinal sonoro ao toque de um botão em caso de ameaça. Um sistema especial permite a comunicação entre a célula de passageiros protegida e o ambiente externo. Além disso, o E 500 Guard também oferece todos os sistemas de assistência normais da Classe E. Durante o test-drive, além da dirigibilidade um pouco diferente – apesar de, repetimos, não faltar fôlego –, incomodou um pouco uma certa ondulação causada pela espessura do para-brisa – algo inerente aos veículos blindados.

Mercededs-Benz E 500 Guard - foto Divulgação
Ilustração mostra reforços que são feitos já na linha de montagem

São reforçados inclusive pontos normalmente mais vulneráveis na blindagem comum, como teto, frestas das portas, retrovisores externos, entre outros. Outra vantagem da proteção integrada especial, segundo a marca, é que os elementos atuam como reforços na estrutura da carroceria, em vez de causar tensões adicionais. Isso garante maior longevidade da blindagem.

Nos testes realizados pela Mercedes, a blindagem é colocada à prova não só nos ângulos regulares de incidência de 45 e 90 graus, mas também em ângulos arbitrários e justamente nas partes em geral vulneráveis, como as de encaixe. O E 500 Guard também foi submetido a dois outros procedimentos de teste: o disparo triplo em triângulo e o Multi-hit, mantendo intacta a célula de proteção.

Por fim, a Mercedes faz questão de frisar que a discrição é um dos trunfos de sua blindagem. De fato, por fora fica muito difícil saber que se trata de um veículo blindado. Dentro, no entanto, basta o toque de um botão para ativar um sistema de alarme a partir de qualquer um dos bancos.

As portas são então bloqueadas, os faróis, lanternas e luzes de pisca começam a pulsar, enquanto um sinal sonoro é emitido. Há um dispositivo iluminado para abertura de emergência da tampa do porta-malas – basta um movimento e, mesmo com a tampa bloqueada por fora, ela se abre, permitindo a saída dos ocupantes. Com segurança.

Mercedes-Benz E 500 Guard
DADOS DO VEÍCULO
Motor
 
V8 (8 cilindros em “V”), gasolina, 4.663 cm³
Potência 408 cv a 5.000 rpm
Torque 61,22 kgfm a 1.600 rpm
Transmissão automática 7G-Tronic Plus
Peso 2.130 kg
Pneus 245/45 R17
Tanque 80 litros
Porta-malas 540 litros
Comprimento/largura/altura/entre-eixos 4,87/2,07/1,47/2,87 (em metros)
Fabricado na Alemanha
PREÇO
R$ 423.500
ACELERAÇÃO DE 0 A 100*
5,3 segundos
VELOCIDADE MÁXIMA*
240 km/h
CONSUMO
Não divulgado
DE SÉRIE
Direção hidráulica, ar-condicionado Thermotronic, airbags dianteiros de dois estágios, laterais dianteiros, traseiros, airbag de joelho para o condutor e windowbags, Comand on-line com DVD changer com GPS, entre outros itens
OPCIONAIS
Não há. Carro é vendido em pacote único
PRINCIPAIS CONCORRENTES
Não há. Equivalentes são versões blindadas do BMW Série 5 e Audi A6.
* Fornecido pelo fabricante


leia             mais LEIA TAMBÉM: Cruze Sport6 custa de R$ 64.900 a R$ 79.400.

leia             mais Kia Optima chega a partir de R$ 96.900.

leia             mais Grand Siena custa de R$ 38.710 a R$ 48.210.

leia             mais Corolla XRS quer provar que as aparências enganam.

leia             mais No blog: aparências, nada mais...

leia             mais Chevrolet revoluciona sua picape média S10.

leia             mais Novo Peugeot 308 empolga mais na versão 1.6

leia             mais Range Rover Evoque conversível estará em Genebra

leia             mais Brasileira é nomeada presidente da GM Argentina.

leia             mais EcoSport agora é um modelo global.

leia             mais Ford investe R$ 800 milhões em novo modelo.

leia             mais Novo Civic mantém virtudes e corrige defeitos

leia             mais Interpress Motor lança aplicativo para iPhone e iPad.

leia             mais Fiat corrige rota do Palio no mercado.

leia             mais Chevrolet Cobalt custa de R$ 39.980 a R$ 45.980.

leia             mais Peugeot traz RCZ por R$ 139.900.

leia             mais Renault Duster desafia EcoSport.

leia             mais Chevrolet Cruze parte de R$ 67.900.

leia             mais Fiat Cinquecento mexicano é o menor barato.

leia             mais Bonito, recheado e flex, novo Picanto custa R$ 34.900.

leia             mais Dirigimos o Range Rover Evoque no Reino Unido.

leia             mais Volkswagen revela novo Up em detalhes.

leia             mais Nissan relança Frontier Attack por R$ 93.900.

leia             mais Citroën já desenvolve o novo C3 no Brasil.

leia             mais J6 pretende reanimar segmento de minivans.

leia             mais Chinesa JAC Motors vai produzir no Brasil.

leia             mais C3 Picasso: como é passar 30 dias em um cubo.

leia             mais Siga Interpress Motor no Twitter.

leia             mais Maioria se informa sobre carros pela internet.

leia             mais Anuncie em Interpress Motor. Peça aqui sua proposta.

leia             mais Compare preços no Shopping Interpress Motor.

leia             mais Quer receber o boletim Interpress Motor? Cadastre-se


voltar
Carpress | Shopping | Expediente
© 2006-2014 Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio
de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por AD&R Web