Baixe o aplicativo  INTERPRESS MOTOR para seu iPhone / iPad Adicionar aos favoritos Recomende a um amigo Faça deste site sua página inicial
Lançamento
Opinião
Reportagem
Galeria de fotos
Notícias
Blog do Luís Perez
Manutenção
Vídeos
Caminhões e ônibus



Papel de parede
Jogos

Shopping









LANÇAMENTO
28/03/2012 - 13h47 Bookmark and Share
AVALIAÇÃO
VW Amarok automática chega por R$ 135.990
Picape média traz motor de 180 cv, câmbio de 8 marchas e novas versões S e SE
por LUÍS PEREZ, enviado especial a Atibaia (SP)
Há praticamente dois anos, quando a Amarok marcou a entrada da Volkswagen no segmento de picapes médias, o que mais se comentava era que faltava um câmbio automático, sem o qual o modelo não concorreria de igual para igual com as rivais Toyota Hilux e Chevrolet S10 (esta em nova geração), que têm a comodidade.

Pois agora a história é outra. A Amarok entra na briga, com uma transmissão automática de oito marchas. Seu preço sugerido é de R$ 135.990. Interpress Motor já avaliou o modelo, em trechos rodoviários e off-road até a conhecida Pedra Grande, em Atibaia (SP). Durante o percurso, o modelo mostrou qualidades consagradas, como a semelhança interna com carros de passeio – de fato a falta de vibrações, apesar do motor diesel, surpreende.

Volkswagen Amarok automática - foto Divulgação

Volkswagen Amarok automática - foto Divulgação

Volkswagen Amarok automática - foto Divulgação
Volkswagen Amarok entra na briga das picapes automáticas

Mas ainda falta aprimorar alguns detalhes de conforto, a saber: 1) A falta de porta-revistas na parte de trás do banco dianteiro; 2) O porta-copos do painel é fixo, sendo que poderia ser escamoteável; 3) Do lado do motorista, o vão com uma tampa onde seria o outro porta-copos causa impressão de algo improvisado e 4) Não há saída de ar na traseira.

De resto, o carro é extremamente confortável e pode confundir quem só examinar seu interior. É a primeira da categoria com câmbio automático de oito velocidades, o que possibilitou aos engenheiros da Volkswagen ampliar a distância entre as relações da primeira e da oitava velocidades em relação às transmissões automáticas convencionais. Assim a marca promete entregar menor consumo.

Essa oitava marcha foi configurada como overdrive para operar com o motor em rotação reduzida sempre que as condições de terreno e aceleração permitirem, economizando combustível. A primeira marcha foi calculada para esforços acima do normal (faz as vezes de reduzida), como no uso off-road, para arrancar com carga em subidas íngremes ou quando o veículo é usado para reboque. É possível realizar trocas sequenciais ou conduzir em modo esportivo (S). A tração é 4Motion.

Volkswagen Amarok automática - foto Divulgação

Volkswagen Amarok automática - foto Divulgação

Volkswagen Amarok automática - foto Divulgação
Modelo agora traz motor diesel biturbo de 180 cv e novas versões

Com a nova transmissão, a Volkswagen inaugura ainda o novo motor 2.0 biturbo TDI de 180 cv de potência. Com torque máximo de 42,8 kgfm, segundo a fabricante, ele garante ótimo desempenho e rodagem suave. Medições da marca indicam que a aceleração de 0 a 100 km/h ocorre em 10,9 segundos e a velocidade máxima é de 179 km/h, alcançada em sétima marcha. Para auxiliar nas ultrapassagens, a retomada de velocidade de 80 km/h a 120 km/h é feita em 8,5 segundos.

Para obter o aumento da potência, houve a atualização do software de controle, entre outras alterações nos turbocompressores. Nas versões com transmissão manual equipadas com o motor TDI biturbo, a potência também foi elevada de 163 cv para 180 cv. O torque permanece em 40,8 kgfm.

Com o novo motor e o câmbio automático, a capacidade de reboque da Amarok aumentou para 2.860 kg (em subidas até 12%). A motorização de 163 cv deixa de ser oferecida. A Volkswagen informa que a Amarok agora deve ser abastecida somente com diesel S-50, nos postos desde janeiro. Mais limpo, o combustível passou de 500 para 50 ppm (partes por milhão) de enxofre.

Volkswagen Amarok automática - foto Divulgação

Volkswagen Amarok automática - foto Divulgação
Visual externo da picape não sofreu alterações

O câmbio automático existe só na versão top de linha Highline. Com sua chegada, a gama da picape foi ampliada para nove versões – a de entrada, equipada com motor diesel com uma turbina e 122 cv, passa a ser chamada de Amarok S e é oferecida com cabine simples ou dupla, com tração 4x2 e 4x4 selecionável com reduzida.

A versão SE, anteriormente com venda restrita a frotistas, agora é oferecida também para compradores individuais. A Amarok SE, que tem tração 4x4 selecionável com reduzida, também recebe o novo motor com 180 cv e agora traz para-choque dianteiro na cor da carroceria como item de série. Módulo elétrico e alarme keyless são opcionais.

Todas as versões da Amarok trazem de série airbags frontais e freios ABS. A Amarok vem também sempre com a função off-road para o sistema ABS, que otimiza sua eficiência em estradas não pavimentadas, reduzindo as distâncias de frenagem. O ELD (bloqueio eletrônico do diferencial), que contribui para a estabilidade do veículo, é standard em toda a linha. As versões Highline e Trendline podem ter opcionalmente o sistema ESP (programa eletrônico de estabilidade), HDC (Controle Automático de Descida) e HSA (Assistente para Partida em Subida).

leia             mais LEIA TAMBÉM: Grand Siena custa de R$ 38.710 a R$ 48.210.

leia             mais Corolla XRS quer provar que as aparências enganam.

leia             mais No blog: aparências, nada mais...

leia             mais Chevrolet revoluciona sua picape média S10.

leia             mais Novo Peugeot 308 empolga mais na versão 1.6

leia             mais Range Rover Evoque conversível estará em Genebra

leia             mais Brasileira é nomeada presidente da GM Argentina.

leia             mais EcoSport agora é um modelo global.

leia             mais Ford investe R$ 800 milhões em novo modelo.

leia             mais Novo Civic mantém virtudes e corrige defeitos

leia             mais Interpress Motor lança aplicativo para iPhone e iPad.

leia             mais Fiat corrige rota do Palio no mercado.

leia             mais Chevrolet Cobalt custa de R$ 39.980 a R$ 45.980.

leia             mais Peugeot traz RCZ por R$ 139.900.

leia             mais Renault Duster desafia EcoSport.

leia             mais Chevrolet Cruze parte de R$ 67.900.

leia             mais Fiat Cinquecento mexicano é o menor barato.

leia             mais Bonito, recheado e flex, novo Picanto custa R$ 34.900.

leia             mais Dirigimos o Range Rover Evoque no Reino Unido.

leia             mais Volkswagen revela novo Up em detalhes.

leia             mais Nissan relança Frontier Attack por R$ 93.900.

leia             mais Citroën já desenvolve o novo C3 no Brasil.

leia             mais J6 pretende reanimar segmento de minivans.

leia             mais Chinesa JAC Motors vai produzir no Brasil.

leia             mais C3 Picasso: como é passar 30 dias em um cubo.

leia             mais Siga Interpress Motor no Twitter.

leia             mais Maioria se informa sobre carros pela internet.

leia             mais Anuncie em Interpress Motor. Peça aqui sua proposta.

leia             mais Compare preços no Shopping Interpress Motor.

leia             mais Quer receber o boletim Interpress Motor? Cadastre-se


voltar
Carpress | Shopping | Expediente
© 2006-2014 Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio
de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por AD&R Web