Baixe o aplicativo  INTERPRESS MOTOR para seu iPhone / iPad Adicionar aos favoritos Recomende a um amigo Faça deste site sua página inicial
Lançamento
Opinião
Reportagem
Galeria de fotos
Notícias
Blog do Luís Perez
Manutenção
Vídeos
Caminhões e ônibus



Papel de parede
Jogos

Shopping









LANÇAMENTO
07/12/2009 - 19h00 Bookmark and Share
AVALIAÇÃO
Doblò muda dianteira para permanecer na frente
Na configuração para passageiros, multivan tem quatro versões de acabamento
por THAIS VILLAÇA, enviada especial a Maceió (AL)

Após oito anos no mercado brasileiro, a Fiat Doblò chega à sua primeira reestilização. Apesar de na Europa a multivan acabar de ter sido totalmente renovada, chegando à sua a segunda geração, aqui só agora o modelo fica mais parecido com o europeu. Pena que na geração anterior.

As mudanças se concentram na dianteira, que foi repaginada para ficar mais alinhada com a família Palio. Além disso, o modelo passa a contar também com a motorização 1.4, uma forma de torná-la mais acessível e reafirmar sua liderança no segmento, no qual possui mais de 90% de participação. Só em 2009, mais de 6.000 unidades já foram emplacadas.

Entre as diferenças no design estão novos pára-choques e grade dianteira, que agora tem formato de "U". O visual ficou mais harmonioso e perdeu as formas quadradonas, com linhas mais arredondadas e modernas. Os faróis também ficaram mais angulosos e receberam iluminação com dupla parábola. Já na traseira as lanternas traseiras estão maiores e mais quadradas. Por dentro, novos revestimentos nas portas e colunas e painel de instrumentos.

Fiat Doblò - foto Divulgação

Fiat Doblò - foto Divulgação

Fiat Doblò - foto Divulgação
Doblò Adventure, que responde por mais da metade das vendas

Na versão Adventure Locker, que corresponde a 55% do mix de vendas, o pára-choque dianteiro e as caixas de roda ganharam uma moldura preta, aparentando robustez em conjunto com a grade cromada. Os retrovisores externos, pintados na cor do veículo, agora possuem setas indicadoras incorporadas. Outra novidade são os instrumentos bússola e inclinômetros transversal e longitudinal, presentes no restante da gama Adventure, mas instalados na parte dianteira do teto O estepe recebeu uma nova trava antifurto em forma de "Y" invertido. Máscaras negras nos faróis completam o conjunto.

São duas opções de motor: 1.4, que gera 85 cv (cavalos) de potência quando abastecido com gasolina e 86 cv com etanol a 5.750 rpm e torque máximo de 12,4 kgfm e 12,5 kgfm a 3.500 rpm, respectivamente; e 1.8, capaz de produzir 112 cv (gasolina) e 114 cv (etanol) a 5.500 rpm e 17,8 kgfm e 18,5 kgfm a 2.800 rpm.

Há quatro versões de acabamento para o novo Doblò na configuração para passageiros. A primeira é 1.4 básica (R$ 48.950), que conta com direção hidráulica, computador de bordo, barras longitudinais no teto, Follow Me Home (que deixa as luzes acesas por alguns segundos quando o motorista desliga o carro), My Car Fiat (sistema permite personalizar várias funções do automóvel), pára-choques na cor do veículo, vidros dianteiros e travas elétricos e protetor de cárter.

Fiat Doblò - foto Divulgação

Fiat Doblò - foto Divulgação
Modelo ficou mais bonito (no alto), e interior, mais aconchegante

Já a 1.4 ELX (R$ 52.540) possui os mesmos equipamentos da básica mais ar-condicionado e sexto banco suplementar (o sétimo é opcional em todas as versões). A 1.8 HLX (R$ 54.670) tem todos esses equipamentos e chave com telecomando. Na Adventure Locker (R$ 59.680) há ainda faróis de neblina, rodas de liga leve aro 15, volante com regulagem de altura e preparação para som.

A Fiat também oferece o veículo em duas versões para transporte: Cargo 1.4, por R$ 38.680, e 1.8, por R$ 43.320. Os veículos não possuem as portas laterais deslizantes, que viram opcionais, e contam apenas com a abertura traseira. Ambos têm de série Follow Me Home, protetor de cárter e iluminação do compartimento de carga. O modelo 1.8 traz ainda direção hidráulica.

Fiat Doblò - foto Divulgação
Maiores modificações foram na dianteira e na traseira

O carro é gostoso de dirigir graças à posição elevada que fica o motorista e à grande área envidraçada do pára-brisa. O motor 1.8 segura bem o veículo e responde às investidas no acelerador com suavidade, algo extremamente importante para a proposta apresentada de carregar até sete passageiros mais carga.

Já a motorização 1.4 deve ser direcionada para consumidores que não pretendem utilizar toda a capacidade que o Doblò oferece, uma vez que mesmo em carros mais leves, como o Punto ou o Idea, o desempenho fica comprometido quando o carro está cheio. Será uma boa opção para taxistas, por ser um carro bastante espaçoso e com preço mais acessível. Segundo Lélio Ramos, diretor comercial da Fiat, a expectativa é vender mil unidades por mês.

voltar
Carpress | Shopping | Expediente
© 2006-2014 Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio
de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por AD&R Web