Baixe o aplicativo  INTERPRESS MOTOR para seu iPhone / iPad Adicionar aos favoritos Recomende a um amigo Faça deste site sua página inicial
Lançamento
Opinião
Reportagem
Galeria de fotos
Notícias
Blog do Luís Perez
Manutenção
Vídeos
Caminhões e ônibus



Papel de parede
Jogos

Shopping









LANÇAMENTO
27/11/2008 - 12h21 Bookmark and Share
AVALIAÇÃO
Conforto no off-road marca Troller T4 2009
Modelo foi reformulado pela Ford e chega às autorizadas por cerca de R$ 90 mil
por LUÍS PEREZ, enviado especial a Atibaia (SP)

Pouco mais de um ano após adquirir a Troller, sediada em Horizonte (CE), a Ford relança o badalado jipe T4 com uma série de melhorias. Para começar, foram aprimorados os processos de produção, incluindo novos equipamentos para áreas como engenharia e manufatura. Até o conceito do modelo mudou. Agora, além de ser um valente 4x4, o veículo foi preparado para se comportar bem também no uso urbano.

Suas mudanças são visíveis, pelo que foi possível constatar no Salão de São Paulo. Mantendo identidade visual e vocação fora-de-estrada, o modelo ganhou nova carroceria, com dianteira reestilizada – além do conjunto óptico, o pára-brisa que era reto ficou curvo para eliminar reflexos –, bem como nova grade removível, o que facilita eventuais reparos. Os pára-choques vêm com apliques e as lanternas traseiras ganharam lentes brancas.

Troller T4 2009 - fotos DivulgaçãoSua capota rígida ainda é removível, mas está bem mais leve (76 kg, a metade do peso anterior), a fim de facilitar sua retirada. "Diversos componentes são fornecidos pela cadeia produtiva do grupo Ford, o que aprimora o controle de qualidade e garante harmonia de estilo", afirma Sávio Pereira, engenheiro-chefe da Troller.

No interior o que se vê não é mais uma mescla de vários outros modelos. Também seria injustiça afirmar que ele simplesmente ganhou o interior do EcoSport (muito embora o volante seja praticamente o mesmo, mudando apenas o emblema, de Ford para Troller). Mas o quadro de instrumentos agora é à Ford, com comandos bem posicionados. Os bancos estão mais ergonômicos do que a versão anterior, mas se ressentem da falta de ajuste de altura.

Galeria de fotos Confira galeria de fotos do modelo.

É hora de encarar a prova de fogo, uma pista off-road com alguns obstáculos razoavelmente radicais, preparados pela Troller em uma área rural de Atibaia (SP). Avaliado por Interpress Motor, o novo T4 passou com louvor e distinção. Sua suspensão absorve muitíssimo melhor as irregularidades do solo, em relação à versão anterior. O conforto é sensivelmente maior. O conduzir também transmite muita confiança ao motorista (no caso, um piloto de off-road).

Responsável pela proeza, a suspensão é do tipo eixo rígido na dianteira e na traseira, com barra estabilizadora e barra Panhard. Os eixos são do tipo flutuante, ou seja, submetidos somente à torção. Caso haja a ruptura do eixo motriz, o único efeito é a perda da tração naquela roda, algo importante em um off-road.

O vão livre do solo, medido a partir do diferencial, é de 21,5 centímetros (nada mau...). As rodas de alumínio, que medem 15 polegadas, são calçadas com pneus 255/75 R15 AT/S. O ângulo de entrada é de 50 graus, e o de saída, de 37 graus. Segundo a fabricante, é capaz de atravessar áreas com água a até 800 milímetros de profundidade.

Motor consagrado

Aos mais tradicionalistas, a boa notícia é que o motor da linha 2009, que chega às lojas em meados de dezembro, é o velho e bom turbodiesel 3.0 MWM International, com injeção eletrônica "common rail", de 163 cv (cavalos) e torque (força) de 38,77 kgfm entre 1.600 rpm e 2.200 rpm. As opções de tração são 4x4, 4x4 reduzida ou simplesmente 4x2 (traseira), com acionamento por meio de um botão giratório no painel.

O utilitário esportivo vem com diferencial traseiro autoblocante, que aumenta a capacidade de tração para compensar as diferenças de rotação das rodas esquerda e direita, durante curvas e manobras. Quando uma das rodas perde aderência, ele anula essa função e distribui o torque igualmente para as duas rodas.

O novo T4 2009 tem peso bruto total de 2.470 kg e capacidade de carga útil de 420 kg. Sua força é suficiente para tracionar reboque de 750 kg, sem freios, ou de até 2.400 kg com freios. São de série direção hidráulica, ar-condicionado, vidros elétricos, travas elétricas, retrovisores externos elétricos, acionamento elétrico da tração, conta-giros, relógio, faróis auxiliares, desembaçador traseiro, bagageiro no teto, console entre os bancos com porta-objetos e porta-copos, cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes (exceto o central traseiro) com ajuste de altura na frente, apoio de cabeça para todos os ocupantes e preparação para som com alojamento para alto-falantes no console de teto.

Tem também capota rígida removível, estribo integrado, santantônio, vidros dégradé, bancos traseiros bipartidos, rebatíveis e dobráveis, brake-light com LEDs, sistema de respiros elevados, conector de sensor de velocidade para navegador de rali e tomada de 12 volts. Seu interior é lavável.

Não há opcionais. Ou melhor, há: a cor, que pode ser totalmente personalizada (como a história de um filho que pintou o T4 de cor-de-rosa para que o pai não o usasse; só que o pai adorou e passou a usar mais vezes o jipe...). São 99 cores, nove para a carroceria (amarelo Dakar, vermelho Bari, branco Ártico, laranja Marrocos, preto Mendoza e as metálicas cinza Optic, prata Geada, verde Senegal e azul Aragon) e duas exclusivas (preto e dourado).

A Troller não divulgou o preço sugerido do T4 2009. A versão “antiga” sai por R$ 85.045. Segundo a marca, não deve passar de R$ 90 mil. Concessionários ouvidos pela reportagem apostam que o preço ficará entre R$ 90 mil e R$ 92 mil. Seja qual for, ao que tudo indica, os troleiros não devem torcer o nariz para o novo modelo.


FICHA TÉCNICA

Troller T4 2009

Motor: dianteiro, longitudinal, quatro cilindros em linha, turbodiesel, 2.968 cm³ de cilindrada

Potência: 163 cv a 3.800 rpm

Torque: 38,77 kgfm a 1.600 rpm

Câmbio: manual, de cinco velocidades

Tração: 4x4 Part Time, com reduzida

Suspensão: dianteira tipo eixo rígido, com barra estabilizadora; traseira tipo eixo rígido, com barra estabilizadora

Freios: a disco nas quatro rodas
Dimensões: 3,95 m de comprimento, 1,87 m de largura, 1,95 m de altura e 2,41 m de entreeixos

Peso: 2.050 kg
Tanque: 72 litros

Capacidade de carga útil: 420 kg

Preço estimado: R$ 90 mil


voltar
Carpress | Shopping | Expediente
© 2006-2014 Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio
de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por AD&R Web