Baixe o aplicativo  INTERPRESS MOTOR para seu iPhone / iPad Adicionar aos favoritos Recomende a um amigo Faça deste site sua página inicial
Lançamento
Opinião
Reportagem
Galeria de fotos
Notícias
Blog do Luís Perez
Manutenção
Vídeos
Caminhões e ônibus



Papel de parede
Jogos

Shopping









LANÇAMENTO
12/09/2008 - 19h40 Bookmark and Share
AVALIAÇÃO
Meriva 1.4 anda bem, apesar de motor menor
Preços da minivan da Chevrolet, que não caíram, vão de R$ 45.790 a R$ 53.740
por LUÍS PEREZ, enviado especial a Jambeiro (SP)

Quando chegou ao mercado, em 2002, a minivan Meriva fez história ao ser um dos primeiros projetos genuinamente brasileiros a sair do papel. Era uma espécie de coqueluche na Europa – só que as revistas do Velho Continente não publicavam nem sequer uma linha dessa origem do modelo, que chegou para ocupar o espaço de uma combalida perua Corsa Wagon.

O tempo passou e a Europa já tem o modelo completamente modificado. Por aqui, a Meriva chega à linha 2009 com pequenas mudanças estéticas e uma nova opção de motor – o 1.4 Econo.Flex com potência entre 99 cv (cavalos) com gasolina e 105 cv com álcool.

Chevrolet Meriva 2009 - foto Divulgação
A Chevrolet Meriva 2009 tem nova frente, que lembra a do Captiva

Galeria de fotos Confira mais imagens na galeria de fotos.

Havia uma grande expectativa em avaliar o modelo, uma vez que era possível esperar um veículo muito pesado para um motor menor em relação ao 1.8 Flexpower (que por sinal continua na linha, com potências entre 112 cv e 114 cv). Bastou o test-drive realizado por Interpress Motor entre Guarulhos e Jambeiro (SP) para que fosse possível afirmar com convicção que o modelo é ágil o bastante a ponto de ser recomendável. Outra observação é que a posição elevada de dirigir continua sendo um ponto forte.

Dados técnicos apresentados pela General Motors comprovam tal impressão. Enquanto a relação peso-potência da versão 1.8 da Meriva é de 11,2 kg/cv, a versão 1.4 sobe para apenas 12,1 kg/cv. Continua menor em relação a seus concorrentes diretos, o Honda Fit (13 kg/cv) e a Fiat Idea (14,6 kg/cv). Ou seja, os 9 cv de diferença em relação à versão 1.8 não fazem assim uma diferença astronômica.

Além de ser o motor 1.4 mais potente do mercado (inaugurado com o Prisma em 2006, depois passou a equipar também o Corsa e a Montana), o propulsor se vale de tecnologia, com materiais mais leves, para entregar mais potência com menos peso.

Dados de fábrica indicam que o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 13,9 segundos com gasolina e 13,1 segundos com álcool e chega à velocidade máxima de 165 km/h e 173 km/h, respectivamente. O consumo fica em 11,9 km/l na cidade e 15,4 km/l na estrada com gasolina e 8,2 km/l na cidade e 10,7 km/l na estrada com álcool.

Outra novidade é que o câmbio automatizado Easytronic passa a equipar todas as versões 1.8 – 112 cv a 114 cv, 0 a 100 km/h em 12,5 segundos com gasolina e 12,4 segundos com álcool e máxima de 182 km/h com os dois combustíveis.

Chevrolet Meriva 2009 - foto Divulgação
Na traseira, nova gravata e lanternas, além de barra cromada

Assim a gama Meriva para 2009 passa a ser composta pelas versões Joy 1.4 Econo.Flex (manual), que parte de R$ 45.790, pela Maxx 1.4 Econo.Flex (manual), de R$ 47.790, pela Expression 1.8 Flexpower (Easytronic), de R$ 48.240, pela Premium 1.8 Flexpower (Easytronic), de R$ 50.740, e pela SS 1.8 Flexpower (Easytronic), de R$ 51.840.

Apesar do motor menor, o preço inicial, que era de R$ 45.256 (modelo 2008, versão 1.8 Joy) não caiu. Ainda assim, com a novidade, a GM pretende ampliar a participação no segmento de 26% para 30%, dividindo o mix da seguinte forma: 70% da versão 1.4 e 30% da 1.8.

Houve ainda mudanças externas, como nova grade com a gravata dourada ao centro (lembra a do utilitário esportivo Captiva). Atrás as lanternas agora vêm com lentes escurecidas, barra cromada abaixo da tampa do porta-malas e nova posição dos emblemas que identificam as versões – elas subiram, como no Fiat Palio. A gravata na traseira agora também é dourada e fica "solta", em vez de dentro de um círculo.

Houve aprimoramentos nas versões Maxx e Premium, que trazem rodas de alumínio com novo desenho. Já as calotas das versões Joy e Expression receberam nova pintura na cor prata brilhante. Por dentro, além de novos grafismos nos mostradores, a minivan ganhou nova padronagem no tecido dos bancos. As dimensões internas e externas não mudaram.

Entre os acessórios oferecidos pela Chevrolet, são destaque na Meriva 2009 o toca-CDs 8706, com Bluetooth integrado, que permite receber ligações e ver quem está ligando no visor. Os ocupantes podem ouvir as músicas armazenadas no telefone celular (meu colega de test-drive, um rapaz bastante antenado nesse tipo de tecnologia, aprovou o dispositivo) e navegar entre faixas e listas no próprio equipamento. Há entradas para USB e auxiliar P2 (com cabo incluído). Sim, a Meriva mudou para continuar conectada.


FICHA TÉCNICA

Chevrolet Meriva 1.4 Econo.Flex

Motor: dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, flex, 8 válvulas, 1.389 cm³ de cilindrada

Potência: 99 cv (gasolina) a 105 cv (álcool) a 6.000 rpm

Torque: 13,2 kgfm (gasolina) a 13,4 kgfm (álcool) a 2.800 rpm

Câmbio: manual, de cinco velocidades

Suspensão: dianteira independente tipo McPherson; traseira semi-independente com amortecedores telescópicos hidráulicos pressurizados

Freios: a disco na dianteira e a tambor na traseira

Dimensões: 4,04 m de comprimento, 1,69 m de largura, 1,62 m de altura e 2,63 m de entreeixos

Peso: 1.225 kg

Tanque: 52,5 litros

Porta-malas: 390 litros

Preços: R$ 45.790 (Joy) e R$ 47.790 (Maxx)


voltar
Carpress | Shopping | Expediente
© 2006-2014 Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio
de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por AD&R Web