Baixe o aplicativo  INTERPRESS MOTOR para seu iPhone / iPad Adicionar aos favoritos Recomende a um amigo Faça deste site sua página inicial
Lançamento
Opinião
Reportagem
Galeria de fotos
Notícias
Blog do Luís Perez
Manutenção
Vídeos
Caminhões e ônibus



Papel de parede
Jogos

Shopping









LANÇAMENTO
21/08/2008 - 00h13 Bookmark and Share
UTILITÁRIO ESPORTIVO
Captiva quer conquistar donos de sedãs grandes
Com motor 3.6 V6 de 261 cavalos, modelo da Chevrolet custará a partir de R$ 92.990
por LUÍS PEREZ, enviado especial a San Jose del Cabo (México)

A General Motors lança o utilitário esportivo Chevrolet Captiva Sport, que chega ao mercado brasileiro até o final deste mês, com preços a partir de R$ 92.990. Com design atraente, boa dirigibilidade e bem equipado, o modelo é produzido na cidade de Ramos Arizpe, no México, e representa, segundo a GM, um marco da empresa no país. "Trata-se de um dos mais sofisticados veículos do segmento a ser comercializado no Brasil", afirma Jaime Ardila, presidente da GM do Brasil e Mercosul.

Chevrolet Captiva Sport - foto Divulgação
 
Chevrolet Captiva Sport - foto Divulgação
O Chevrolet Captiva Sport, que chegará com duas opções de tração

Galeria de fotos Confira mais imagens do Captiva na galeria de fotos.

Será oferecido com motor 3.6 V6 (seis cilindros em "V") Alloytec (mesma família do Omega) de 261 cv (cavalos) de potência e torque (força) de 32,95 kgfm. Há dois tipos de tração: dianteira (FWD, sigla de Front Wheel Drive) e integral (AWD, All Wheel Drive). A transmissão é automática de seis velocidades, com opção de trocas seqüenciais pelo sistema Active Select.

Cabeçote, pistões e bloco de alumínio auxiliam o modelo a otimizar o desempenho, com melhor performance e consumo mais baixo para um V6. Ainda a 2.000 rpm, em sexta marcha, o veículo já atinge 120 km/h. De acordo com a GM, a versão FWD acelera de 0 a 100 km/h em 8,4 segundos e roda 8 km/l na cidade e 12,8 km/l na estrada (média combinada de 9,6 km/l). Já a versão AWD faz de 0 a 100 km/h em 8,5 segundos, enquanto o consumo é de 7,6 km/l na cidade e 12,2 km/l na estrada (média de 9,2 km/l). Sua velocidade máxima é limitada eletronicamente em 160 km/h.

Chevrolet Captiva Sport - foto Divulgação
Interior do utilitário esportivo, que traz inúmeros detalhes cromados

Desenvolvido no estúdio de design da GM Europa, o modelo surfa na onda dos modelos ao mesmo tempo urbanos, esportivos e aventureiros. De fato o veículo impressiona pessoalmente pelo design contemporâneo – adornado pela gravata dourada da Chevrolet.

Interpress Motor
o dirigiu pela região de Los Cabos, no México, e pôde comprovar que o modelo oferece suavidade ao rodar, com bom torque. Promete mexer com um mercado que cresce a olhos vistos, o dos utilitários esportivos (ou, como querem alguns, crossovers).

"O exterior do Captiva Sport exibe um desenho principalmente atraente e esportivo. A estreita relação entre as rodas de 17 polegadas, a carroceria e os grandes faróis de superfície complexa contribuem para que o desenho seja único", diz Carlos Barba, diretor de Design da GM para a divisão LAAM (que inclui América Latina, África e Oriente Médio).

Com linha de cintura elevada, o que proporciona uma esportividade reforçada pela dupla ponteira de escapamento, o modelo tem filetes cromados no contorno dos vidros laterais, nos retrovisores externos e na tampa do porta-malas. Também há cromados no rack de teto, na luz de seta integrada ao design do veículo (fica entre o pára-lama e a porta dianteiros), na saída de ar lateral e nas maçanetas. No Brasil o modelo será vendido em quatro cores: prata Tarnished, cinza Techno, azul Imperial e preto Onix.

Chevrolet Captiva Sport - foto Divulgação
 
Chevrolet Captiva Sport - foto Divulgação
Veículo traz freios com sistema ABS e controle de estabilidade

Por dentro o Captiva Sport demonstra que seus designers se preocuparam em oferecer esportividade com sobriedade, mesclando cores escuras em cima, claras embaixo e cromados no volante (que integra volume do rádio e controlador de velocidade), nas portas, no console e na alavanca do câmbio. Os bancos são revestidos de couro, sendo que o do motorista traz acionamento elétrico com oito funções e ajuste lombar. O do passageiro da frente se dobra até 180 graus. Como opcional, os dois bancos dianteiros têm ajuste de temperatura em três níveis.

O assento traseiro, que oferece descansa-braço no centro, também pode ser rebatido em 180 graus, facilitando o acesso ao porta-malas e o transporte de objetos compridos. O compartimento tem capacidade de 821 litros (1.586 litros com os bancos traseiros rebatidos). Duas redes também auxiliam no transporte de objetos. Todos os bancos (menos o do motorista) podem ser rebatidos, fazendo com que o interior vire praticamente um furgão.

Chevrolet Captiva Sport - foto Divulgação
 
Chevrolet Captiva Sport - foto Divulgação
Versão AWD tem tanque de 61 litros; no caso da FWD, são 72 litros

Entre os dados fonecidos no painel de instrumentos, estão o monitoramento de pressão dos pneus, sensor de passageiro no banco dianteiro e informações sobre o sistema de controle de tração e o ESP (controle de estabilidade). O painel avisa ainda se há necessidade de abastecimento no reservatório de fluido para o lavador de pára-brisas e se a tração AWD está em uso ou não.

Ainda no painel, mais exatamente no console central, os ocupantes encontram os comandos do ar-condicionado com controle eletrônico (em que basta regular a temperatura desejada), o som AM/FM estéreo com controle eletrônico de sintonia de rádio e CD changer com capacidade para seis discos (são colocados na própria frente), além de leitor de MP3, seis alto-falantes incluindo subwoofers, relógio e calendário digital. Há ainda retrovisores aquecidos, sensor de chuva e sistema de partida do motor por controle remoto.

Chevrolet Captiva Sport - foto Divulgação
Motor 3.6 V6 de 261 cavalos, com torque (força) de 32,95 kgfm

Para prevenir acidentes, o Captiva traz, além do já citado ESP, freios com sistema ABS (antitravamento) e TCS (controle de tração). Para minimizar os efeitos de um acidente, há seis airbags, dois frontais, dois laterais e dois do tipo cortina, para proteção da cabeça no caso de impacto lateral. Até a localização do tanque de combustível – entre os eixos – também foi pensada para melhorar a segurança.

De acordo com o material de divulgação distribuído pela GM, com o Captiva Sport a Chevrolet pretende "participar fortemente no segmento de utilitários esportivos de luxo no Brasil". A empresa detectou que muitos dos consumidores que passaram a ter esse veículo pela primeira vez são ex-donos de sedãs médio-grandes. Ainda assim, a Chevrolet afirma que os principais concorrentes do Captiva são o Honda CR-V e o Hyundai Santa Fe. A marca espera vender de 1.300 a 1.500 unidades por mês do Captiva Sport, metade com cada um dos tipos de tração.

O jornalista Luís Perez viaja a convite da General Motors do Brasil

FICHA TÉCNICA
Chevrolet Captiva Sport
Motor
:
dianteiro, transversal, V6 (seis cilindros em "V"), a gasolina, 3.564 cm³ de cilindrada
Potência: 261 cv a 6.500 rpm
Torque: 32,95 kgfm a 2.100 rpm
Direção:
hidráulica
Câmbio: automático, de seis velocidades, com opção de trocas seqüenciais

Suspensão: dianteira independente McPherson, com barra de torção; traseira independente com quatro braços articulados e barra de torção
Freios: a disco nas quatro rodas, com ABS (antitravamento), ESP (controle de estabilidade) e TCS (controle de tração)
Dimensões: 4,58 m de comprimento; 1,85 m de largura; 1,70 m de altura; 2,71 m de entreeixos
Pesos:
1.785 kg (FWD) e 1.850 kg (AWD)

Tanque:
72 litros (FWD) e 61 litros (AWD)
Porta-malas:
821 litros

Preços: R$ 92.990 (FWD) e R$ 99.990 (AWD)


voltar
Carpress | Shopping | Expediente
© 2006-2014 Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio
de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por AD&R Web