Baixe o aplicativo  INTERPRESS MOTOR para seu iPhone / iPad Adicionar aos favoritos Recomende a um amigo Faça deste site sua página inicial
Lançamento
Opinião
Reportagem
Galeria de fotos
Notícias
Blog do Luís Perez
Manutenção
Vídeos
Caminhões e ônibus



Papel de parede
Jogos

Shopping









LANÇAMENTO
24/01/2008 - 17h05 Bookmark and Share
AVALIAÇÃO
Mahindra Scorpio SUV aposta em custo-benefício
Modelo feito em Manaus (AM) pela Bramont chega ao mercado por R$ 86.864
por LUÍS PEREZ

Relação custo-benefício. É nisso que aposta a montadora indiana Mahindra ao lançar no mercado brasileiro de três versões: os modelos Scorpio picape cabine simples, picape cabine dupla e utilitário esportivo, este último avaliado por Interpress Motor. Todos são produzidos em Manaus (AM) pela empresa brasileira Bramont com tecnologia Mahindra – daí o material de divulgação ter a inscrição "Mahindra by Bramont".

Mahindra Scorpio SUV - fotos Luís PerezPor dentro o utilitário esportivo agrada. Há dois senões. O primeiro: a "mistura" de acabamentos. A unidade avaliada tinha bancos de couro e acabamento das portas em tecido. O segundo: o centro do console é plástico imitando madeira, na cor... madeira! No início dos anos 2000, a Ford pensou em trazer o Focus com esse detalhe para o Brasil, mas ele foi barrado. Brasileiro não costuma gostar muito de madeira no painel. No caso do Focus, optaram por um acabamento em cor cinza-escuro.

Não se pode negar que o Scorpio SUV tem estilo. Os grandes faróis, a consagrada grade com "gomos" que lembram os jipes mais clássicos, estribos laterais e lanternas traseiras verticalizadas com detalhes arredondados chamam a atenção. Para maior segurança, há luzes indicadoras de seta no pára-lama. Ponto para o modelo. Mas bem que essas luzes poderiam ser brancas em vez de amarelas.

Galeria de fotos Confira mais imagens na galeria de fotos.

Sua condução é agradável, inclusive passando com distinção no teste da saída da lombada em terceira marcha, o que indica bom torque (força) do motor. No caso é um torbodiesel "common rail intercooler" 2.6 de 110 cv (cavalos) de potência. Antes de sair, lendo a ficha técnica, devo dizer que torci o nariz. Mas o jipinho dá conta do recado e surpreende positivamente.
Outro destaque são os sete lugares – e a rapidez com que essa configuração é feita e desfeita. Basta abrir a porta do compartimento de bagagens (que, aliás, o faz para o lado "certo" e é extremamente leve, ao contrário das portas de muitos modelos que estão no mercado) e retirá-los com facilidade. Assim ele pode ser configurado tanto para cinco como para sete pessoas. As que viajam atrás têm fartura de porta-objetos e até saída de ar.

Retrovisores externos

Por falar nisso, há boa oferta de equipamentos na versão única que é oferecida. Vêm no modelo itens como ar-condicionado, direção hidráulica, descansa-braços nos bancos dianteiros, ajuste de altura do volante, toca-CDs, travas das portas, sistema "follow me" (que mantém as luzes acesas por algum tempo) e espelhos retrovisores... opa... Não, os retrovisores externos não têm ajuste elétrico. É um pecado a falta desse item em um veículo tão completo. Espera-se que seja restrito apenas às primeiras unidades a sair da fábrica.

Seu console central abriga ainda o acionamento da tração 4x4 e 4x4 reduzida por um seletor circular. Bem mais fácil e prático em relação às alavancas. Embora no rápido test-drive não tenha sido possível testar o potencial off-road, o transmite robustez, a começar pela altura livre do solo de 16 centímetros. Por fim, um detalhe nos mostradores do painel que revelam que a marca procura seguir uma tendência: eles têm fundo azul, como a recém-lançada L200 Triton, da Mitsubishi.

Tudo isso ao preço único de R$ 86.864. Pelo valor, bastante competitivo para o mercado de utilitários esportivos, a empresa espera trazer novos adeptos ao segmento. "Chegaremos rapidamente ao volume de 300 unidades por mês", afirma o diretor comercial da Bramont, José Francisco de Oliveira Neto. Tirados os detalhes já citados, o produto tem tudo para agradar.


FICHA TÉCNICA

Mahindra Scorpio SUV

Motor: dianteiro, longitudinal, quatro cilindros em linha, gasolina, 8 válvulas, 2.609 cm³ de cilindrada

Potência: 110 cv a 3.000 rpm

Torque: 27,5 kgfm a 1.800 rpm

Câmbio: manual de cinco velocidades

Suspensão: dianteira independente, com barra de torção e estabilizador; traseiras com molas helicoidais e amortecedor hidráulico

Freios: a disco na dianteira e a tambor na traseira

Dimensões: 4,48 m de comprimento, 1,78 m de largura, 1,92 m de altura e 2,68 m de entreeixos

Tanque: 56 litros

Porta-malas: não divulgado

Preço: R$ 86.864

leia mais LEIA TAMBÉM: 2008 está repleto de lançamentos.

leia mais 
Avaliamos em Paris a minivan Citroën Grand C4 Picasso.

leia mais 
Enquete: eleja o melhor hatchback médio do mercado.

leia mais 
Nissan traz versão mais barata da Pathfinder.

leia mais 
Interpress Motor lança sua "linha 2008".

leia mais Tata apresenta o Nano, carro mais barato do mundo.

leia mais Confira a avaliação completa do novo Ford Ka.

leia mais Novo Fiat Siena ganha "cara" independente do Palio.

leia mais Avaliamos o "carro de galã" Citroën C4 Pallas.

leia mais Seja parceiro comercial de Interpress Motor em 2008. Clique aqui e solicite sua proposta.

leia mais Fique por dentro dos últimos lançamentos clicando aqui.

leia mais Compare preços no Shopping Interpress Motor antes de comprar.

leia mais Quer receber o boletim de Interpress Motor? Cadastre-se aqui.


voltar
Carpress | Shopping | Expediente
© 2006-2014 Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio
de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por AD&R Web