Baixe o aplicativo  INTERPRESS MOTOR para seu iPhone / iPad Adicionar aos favoritos Recomende a um amigo Faça deste site sua página inicial
Lançamento
Opinião
Reportagem
Galeria de fotos
Notícias
Blog do Luís Perez
Manutenção
Vídeos
Caminhões e ônibus



Papel de parede
Jogos

Shopping









LANÇAMENTO
23/01/2008 - 12h00 Bookmark and Share
HATCH MÉDIO
Câmbio automatizado é trunfo do Stilo 2008
Linha 2008 do modelo da Fiat chega com preços a partir de R$ 51.270
por LUÍS PEREZ

Ao entrar no Fiat Stilo na pista do autódromo de Interlagos, a sensação é de total familiaridade. "Já conheço esse carro", penso. A elevada posição no banco, o painel generoso, a boa empunhadura do volante... Nada disso mudou. Nem a disposição dos comandos no painel. Por fora, algumas modificações estéticas: os novos desenhos dos pára-choques, a grade (com detalhes cromados nas versões 1.8 Flex e Abarth, vermelhos na Sporting), os frisos cromoados nas laterais e na tampa do porta-malas, a lanterna com detalhes translúcidos como no modelo europeu e os piscas integrados ao retrovisor externo, sem falar da nova logomarca (já presente no Punto e no Siena), tudo isso diferencia a linha 2008 do médio.

Mas a atração mesmo não está totalmente à vista. Sua grande novidade é câmbio automatizado Dualogic, que procura poupar o motorista das constantes pisadas na embreagem tão comuns no trânsito do dia-a-dia das grandes cidades. Na condução cotidiana, basta deixá-lo no modo automático. Se preferir, um simples toque na alavanca faz com que o câmbio tenha condução mais esportiva, com trocas que podem ser feitas tanto na própria alavanca quanto por borboletas localizadas atrás do volante (opcional de R$ 670).

Fiat Stilo 2008 - fotos DivulgaçãoSim, o sistema funciona bem. São necessários, no entanto, alguns minutos de adaptação – em que será normal dar pequenos trancos ou se enganar com a troca de marchas. Em novembro a General Motors lançou a Chevrolet Meriva com um câmbio automatizado similar, batizado de Easytronic. Detalhe: as trocas manuais são em sentidos inversos nos dois modelos. Na Meriva as marchas mais altas são para a frente; no Stilo, para trás. Daí a necessidade do pequeno período de adaptação. A partida só é dada com o pé no freio e a alavanca em "N" (neutro).

No display do quadro de instrumentos é indicado quando o carro está no automático ou não, com a palavra "auto" sob o número da marcha engatada. Há ainda a tecla "S", que faz o motor trabalhar em um giro mais alto. Mas atenção: isso faz o consumo de combustível saltar. Em um interessante test-drive realizado por Interpress Motor no autódromo de Interlagos, onde ocorre o lançamento, o computador de bordo indicava, após algumas curvas radicais e aceleradas, que o carro estava rodando apenas quatro quilômetros por litro de álcool. Ainda sobre o câmbio: o sistema previne contra absurdos, como tentar engatar primeira marcha com o veículo a certa velocidade. Nesses casos, o motorista é advertido por um sinal sonoro e a mensagem "manobra não consentida" no painel.

Galeria de fotos Confira mais imagens na galeria de fotos.

Em termos de condução, o Stilo continua extremamente prazeroso. Seu motor 1.8 desenvolve de 112 cv (cavalos) a 114 cv, se abastecido com gasolina e álcool, respectivamente. Dados de fábrica indicam que seu consumo urbano fica entre 8,2 km/l com álcool e 12 km/l com gasolina, enquanto o rodoviário vai de 11,2 km/l (álcool) a 16,3 km/l (gasolina). A aceleração de 0 a 100 km/h é feita entre 10,6 segundos (álcool) e 10,8 s (gasolina). A velocidade máxima é de 188 km/h com gasolina e 190 km/h com álcool. O motor da versão Abarth é a gasolina: trata-se de um 2.4 20V de 167 cv (0 a 100 km/h em 8,4 s e máxima de 212 km/h).

Na versão avaliada, a 1.8 Flex Sporting, o modelo obedece rapidamente aos comandos do motorista, auxiliado pela direção com assistência elétrica (bem mais confortável do que uma hidráulica). Ela é equipada com dois programas de condução. No modo "City" (em manobras ou velocidades inferiores a 36 km/h), fica bem mais molinha e fácil de manusear.

Por falar em conforto, a Fiat aproveitou a reformulação do Stilo para adotar novos equipamentos, como entradas USB e para iPod, sistema viva-voz com Bluetooth, leitor de MP3 no toca-CDs, entre outros. Como opcional, há comandos do som no volante. Outro item que pode ser adquirido é o ar-condicionado Dualtemp, que permite simplesmente regular a temperatura desejada – ainda que seja diferente para motorista e passageiro.

Mais atual, o Stilo promete incomodar a concorrência, sobretudo por ser o único médio do mercado equipado com tal opção de câmbio, ao convidativo preço de R$ 2.490 (é o quanto custa a mais em relação às versões manuais). Resta saber, nessa equação, quanto vai pesar para o consumidor o fato de o projeto do modelo, lançado no Brasil em 2002, já ter uma certa idade.

FICHAS TÉCNICAS

Fiat Stilo 1.8 Flex

Motor: dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, flex, 8 válvulas, 1.796 cm³ de cilindrada

Potência: 112 cv (gasolina) a 114 cv (álcool) a 5.500 rpm

Torque: 17,8 kgfm (gasolina) a 18,5 kgfm (álcool) a 2.800 rpm

Câmbio: manual de cinco velocidades ou automatizado de cinco velocidades (Dualogic)

Suspensão: dianteira McPherson com rodas independentes e barra estabilizadora; traseira semi-independente com barra estabilizadora

Freios: a disco na dianteira e a tambor na traseira

Dimensões: 4,25 m de comprimento, 1,76 m de largura, 1,54 m de altura e 2,60 m de entreeixos

Tanque: 58 litros

Porta-malas: 380 litros

Preços: R$ 51.270 (1.8 Flex), R$ 53.760 (1.8 Flex Dualogic), R$ 59.440 (1.8 Flex Sporting) e R$ 61.930 (1.8 Flex Sporting Dualogic)

Fiat Stilo Abarth

Motor: dianteiro, transversal, cinco cilindros em linha, a gasolina, 20 válvulas, 2.446 cm³ de cilindrada

Potência: 167 cv a 5.750 rpm

Torque: 22,8 kgfm a 3.500 rpm

Câmbio: manual de cinco velocidades

Suspensão: dianteira McPherson com rodas independentes e barra estabilizadora; traseira semi-independente com barra estabilizadora

Freios: a disco nas quatro rodas, com sistemas ABS (antitravamento) e ASR (controle de tração)

Dimensões: 4,25 m de comprimento, 1,76 m de largura, 1,54 m de altura e 2,60 m de entreeixos

Tanque: 58 litros

Porta-malas: 380 litros

Preço: R$ 90.200


leia mais LEIA TAMBÉM: 2008 está repleto de lançamentos.

leia mais Avaliamos em Paris a minivan Citroën Grand C4 Picasso.

leia mais Enquete: eleja o melhor hatchback médio do mercado.

leia mais Nissan traz versão mais barata da Pathfinder.

leia mais Interpress Motor lança sua "linha 2008".

leia mais Tata apresenta o Nano, carro mais barato do mundo.

leia mais Confira a avaliação completa do novo Ford Ka.

leia mais Novo Fiat Siena ganha "cara" independente do Palio.

leia mais Avaliamos o "carro de galã" Citroën C4 Pallas.

leia mais Seja parceiro comercial de Interpress Motor em 2008. Clique aqui e solicite sua proposta.

leia mais Fique por dentro dos últimos lançamentos clicando aqui.

leia mais Compare preços no Shopping Interpress Motor antes de comprar.

leia mais Quer receber o boletim de Interpress Motor? Cadastre-se aqui.


voltar
Carpress | Shopping | Expediente
© 2006-2014 Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio
de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por AD&R Web