Shopping Interpress
OPINIÃO
LANÇAMENTO
REPORTAGEM
BUSCA
FALE CONOSCO
BOLETIM
SHOPPING
INTERBLOG
NOTÍCIAS








LANÇAMENTO
AVALIAÇÃO
Ka "reinventado" traz novo design e porta-malas maior
Compacto da Ford comporta agora 263 litros; preços começam em R$ 25.190
por LUÍS PEREZ

Era uma vez um automóvel muito bem resolvido. Compacto, gostoso de dirigir e fácil de estacionar, conquistava a todos que o compravam. Mas o carrinho não vendia assim tão bem. Tinha design amado por muitos, mas um tanto polêmico. Pequeno por dentro, não levava mais do que quatro pessoas. Seu porta-malas, então, era ínfimo – apenas 186 litros. O velho Ford Ka, que completou dez anos em junho deste ano, deixa uma legião de fãs e muitas saudades. Será substituído por um veículo homônimo, mas de porta-malas maior (263 litros), espaço suficiente para três pessoas no banco traseiro (pelo menos é essa a intenção) e design mais moderno.



Novo Ford Ka - foto Divulgação
O novo Ford Ka substitui o anterior e começa a ser vendido em janeiro

O Ka conforme nós conhecemos inaugurou o estilo new edge, enquanto o novo incorpora o kinetic e traz preço bastante competitivo: a partir de R$ 25.190 na versão 1.0 e R$ 31.800 na 1.6. O novo Ka deve começar a ser vendido entre o final de janeiro e o início de fevereiro, mas, desde os primeiros dias de 2008, já estará disponível para test-drive e para encomenda, por um sistema de pré-venda.

Novo Ford Ka - foto Divulgação
Preços do carro de entrada começam em R$ 25.190 (1.0) e R$ 31.800 (1.6)

Sair às ruas com o novo Ka é uma experiência extremamente interessante. Sobram pessoas fazendo contorcionismos com o pescoço para conferir o novo carrinho. "Que carro é esse?", perguntam alguns. Um manobrista quase errou na hora de registrá-lo no sistema de um estacionamento: "É um Corsa, né, amigo?", ao que respondi: "Não, é o novo Ka". "Novo Ka? Ficou bonito, não?". Sim, porque além do design kinetic (de "cinético"), típico dos novos modelos da Ford, ele tem um desenho mais entre o clássico (não é tão ousado como o antigo Ka) e o esportivo – vide os vincos presentes na lateral e no teto. Sua dianteira o alinha em visual com outros modelos do segmento. A traseira, no entanto, promete criar polêmica. Não deixa de lembrar o Honda Fit. De qualquer forma, é digno de nota o fato de a tampa do porta-malas se estender até o pára-choque, tornando o acesso ao compartimento bem mais fácil.

Novo Ford Ka - foto Divulgação
Modelo chega com novo design, mais esportivo, sem perder a robustez

Entre os trunfos do novo modelo é o oferecimento, desde a versão mais básica de itens como pára-choques pintados na cor da carroceria, travas elétricas, controle remoto para a abertura do porta-malas (há ainda um botão no painel para fazê-lo), das portas e botão de pânico, alarme e travamento automático das portas quando o veículo chega a 15 km/h. "Agora tem até um bom porta-luvas", observou uma antiga dona do velho Ka. Disponível apenas com duas portas, o modelo traz o conceito de kits, como o Fly, o Pulse e o Class, que já existe no Fiesta, além dos novos Neo, Somma, Prestige e Performer.

Novo Ford Ka - foto Divulgação
Detalhe de mostrador do painel de instrumentos: conta-giros é item opcional

O kit Fly vem com aquecedor, adesivo na segunda coluna, brake-light, lavador, limpador e desembaçador traseiros, preparação para som nas portas e ajuste manual do retrovisor interno. O Class tem ar-condicionado, direção hidráulica e vidros elétricos. O Pulse inclui os itens do Fly acrescidos de revestimento da porta em tecido, espelho retrovisor, moldura lateral, régua da porta do porta-malas e maçanetas externas na cor do veículo, maçanetas internas na cor Satin Grey, preparação para som na traseira, conta-giros, cintos de segurança traseiros retráteis, espelho de cortesia para o motorista, alça de segurança dianteira e iluminação e revestimento lateral do porta-malas. O kit Somma é formado por ar-condicionado, adesivo esportivo na segunda coluna e ajuste manual do retrovisor interno. O Prestige oferece o que traz o Fly, mais direção hidráulica. O Neo reúne o Fly mais vidros elétricos. Por fim, o Kit Performer, disponível para a versão 1.6, oferece o kit Pulse mais o Class com rodas de liga leve. Ufa!

Novo Ford Ka - foto Divulgação
Ergonomia e dirigibilidade são bastante semelhantes Ã s do antigo Ka

Falamos no motor e vale ressaltar que, fora a posição de dirigir, que ficou ligeiramente mais elevada (o que este repórter particularmente aprecia), a pegada do novo Ka é quase igual a do anterior, do cheiro de carro novo (aqui quem fala é um dono de um Ka 2004) ao ruído do motor, característico do Zetec RoCam. São duas as opções, todas flex: 1.0 com potência entre 70 cv (cavalos) se abastecido com gasolina e 73 cv (com álcool) e 1.6 entre 102 cv e 110 cv, com gasolina e álcool, respectivamente. Levando-se em conta que o modelo pesa menos de uma tonelada (905 kg o 1.0 e 942 kg o 1.6), o desempenho é muito bom. Dados de fábrica indicam que a versão 1.0 acelera de 0 a 100 km/h em 15,5 segundos, enquanto a 1.6 demora 11,5 segundos (nos dois casos, abastecidos com álcool). Avaliado por Interpress Motor em trechos urbanos e rodoviários próximos a São Paulo, o Ka mostrou que continua com boa estabilidade – tem um comportamento dinâmico peculiar, que lembra um kart.

Novo Ford Ka - foto Divulgação
Porta-malas passa de 186 litros para 263 litros; acesso ficou mais fácil


Segundo a Ford, um dos objetivos ao oferecer o novo Ka como "um novo conceito de carro de entrada" é oferecer "mais por menos". Com a palavra, Antonio Baltar, gerente-geral de marketing da fabricante: "Trabalhamos para fazer do novo Ka o melhor negócio da categoria. Colocamos equipamentos de série só encontrados em veículos de categoria superior". Sim, a intenção é boa, e o produto foi sensivelmente melhorado. Mas a Ford enfrenta gargalos de produção na fábrica de São Bernardo do Campo (SP), onde é produzido. Por conta disso não pretende vender mais do que 60 mil unidades do novo Ka em 2008. Pode até ser mais do que o dobro em relação ao que o antigo Ka vendeu de janeiro a novembro deste ano (27.118 unidades). Está longe, porém, de ameaçar modelos como Chevrolet Celta (114.621) e Fiat Mille (116.481). Alguém duvida que de haverá filas?
 

FICHA TÉCNICA
Novo Ford Ka

Motor: dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 8V, bicombustível, 999 cm³ (1.0) e 1.598 cm³ (1.6) de cilindrada
Potência: 70 cv (gasolina) e 73 cv (álcool) a 6.000 rpm (1.0) e 102 cv (gasolina) a 110 cv (álcool) a 5.500 rpm (1.6)

Torque: 8,9 kgfm (gasolina) a 9,4 kgfm (álcool) a 4.750 rpm (1.0) e 15 kgfm (gasolina) a 15,8 kgfm (álcool) a 2.500 rpm (1.6)

Câmbio: manual de cinco velocidades
Suspensão: dianteira independente, tipo McPherson, com amortecedores pressurizados; traseira semi-independente, com eixo auto-estabilizante Twist Beam e amortecedores pressurizados

Freios: a disco na dianteira e a tambor na traseira
Dimensões: 3,84 m de comprimento; 1,64 m de largura; 1,42 m de altura; 2,45 m de entreeixos

Tanque: 45 litros
Porta-malas: 263 litros

Preço: a partir de R$ 25.190; para conferir todos, clique aqui

 

Publicado em 17/12/2007

voltar
© Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por ADR Web