Shopping Interpress
OPINIÃO
LANÇAMENTO
REPORTAGEM
BUSCA
FALE CONOSCO
BOLETIM
SHOPPING
INTERBLOG
NOTÍCIAS








LANÇAMENTO
PICAPE MÉDIA
L200 Triton segue Hilux e se aproxima de carros de passeio
Fabricado em Catalão (GO), modelo da Mitsubishi chega em versões a gasolina e diesel
por LUÍS PEREZ, de Catalão (GO)

Mitsubishi L200 Triton - foto Fábio Bustamante/Divulgação
A picape L200 Triton é fabricada na cidade de Catalão (GO) em três versões

Tal versão da picape L200 da Mitsubishi só é fabricada na Tailândia. Só era. A L200 Triton agora é feita em Catalão (GO) e chega para disputar mercado com a Toyota Hilux e com versões top de linha de Chevrolet S10 e Ford Ranger. São três as versões: automática a gasolina, com motor 3.5 V6 (seis cilindros em “V”) de 200 cv (cavalos) de potência, manual e automática diesel, com motor 3.2 de 165 cv. O test-drive, realizado por Interpress Motor em estradas nas cercanias da fábrica, incluiu trechos bom e ruins (bem ruins) de asfalto e de terra.


Chama a atenção a agilidade e o silêncio do motor a gasolina. Na versão diesel (andamos na automática), o nível de ruído e a trepidação, inerentes ao tipo de motor – no caso, importado do Japão – incomoda um pouco. “É importante ressaltar que não se trata de um face lift, mas de um veículo completamente novo, feito em um chassi novo”, afirma Reinaldo Muratori, diretor de engenharia da empresa, que já fabrica no Brasil 110 veículos ao dia, devendo chegar à marca dos 160 em 2008.


Mitsubishi L200 Triton - foto Fábio Bustamante/Divulgação
Modelo procura soluções que aproximam seu conforto ao de carros de passeio

Vários pontos do veículo trazem as três marcas características do conceito Triton, baseados nos conceitos de tecnologia, força e resistência. Na prática o veículo traz um design externo bastante sincronizado com o que é feito no exterior – a versão tailandesa foi lançada entre o final de 2005 e o início do ano passado. A picape oferece pára-choques e pára-lamas na cor da carroceria, espelhos retrovisores externos cromados como a grade frontal e as maçanetas das portas, além de faróis halógenos multireflexivos.

Mitsubishi L200 Triton - foto Fábio Bustamante/Divulgação
Painel de instrumentos que mescla detalhes nas cores azul e prateado

Digno de nota ainda é o brake-light na tampa da caçamba. A capacidade de carga da Triton chega a 1.095 kg, na versão a gasolina. A única diferença em relação à versão tailandesa é o desenho do pára-choque traseiro. Para facilitar as manobras, seu raio mínimo de giro (medido quando o veículo faz um movimento circular) é de 5,9 metros, o menor da categoria. Até então o posto pertencia à Toyota Hilux (6,2 m)

 

Mitsubishi L200 Triton - foto Fábio Bustamante/Divulgação
Detalhe do painel, cuja tendência é apresentar mostradores analógicos

Por dentro a Mitsubishi tomou o cuidado de aproximar o veículo o máximo possível de um automóvel de passeio – mérito que pertence ao modelo da Toyota, a começar pelo freio de estacionamento no console central e não em um pedal. Outra aposta da marca foi a sofisticação do interior. Assim resolveu colorir de azul os mostradores (cor da sutil costura do volante), contrastando-os com detalhes em prata.

 

Mitsubishi L200 Triton - foto Fábio Bustamante/Divulgação
Entre os mimos do rádio e toca-CDs, estão entradas para iPod e cabo USB

Bem equipada em todas as versões, a L200 Triton traz de série ar-condicionado automático (basta regular a temperatura), direção hidráulica, regulagem de altura para o banco do motorista, volante revestido de couro também com ajuste de altura, nove luzes de cortesia e 19 porta-objetos úteis, incluindo uma gaveta sob o banco do passageiro. O sistema de som traz, além de toca-CDs com função MP3, entrada para iPod e cabo USB.

Mitsubishi L200 Triton - foto Fábio Bustamante/Divulgação
Silhueta da picape, que tem motor a gasolina de 200 cv e diesel de 165 cv

Seu computador de bordo oferece, entre as funções, relógio digital, bússola, altímetro, barômetro, termômetro, calendário, velocidade média, consumo médio e até um inusitado indicador de gelo na pista. Todas as portas têm vidro elétrico com sistema “one touch” (que fecha totalmente com apenas um toque no botão). Vidro traseiro com desembaçador e porta-luvas com iluminação complementam o pacote.

 

Mitsubishi L200 Triton - foto Fábio Bustamante/Divulgação
Detalhe do computador de bordo: temperatura, velocidade e consumo

Para quem curte o off-road, o sistema de tração Easy Select 4WD permite a seleção de três modos: 4x2 (somente tração traseira, recomendado para uso urbano e em rodovias pavimentadas) 4x4 (tração nas quatro rodas, ideal para piso de baixa aderência) e 4x4 reduzida (quando é preciso lançar mão de força máxima). O sistema LSD (sigla em inglês para diferencial traseiro de escorregamento limitado) ajuda a transferir automaticamente a tração para a roda que tem mais aderência. Sistemas ABS (antitravamento) e EBD (distribuição eletrônica da frenagem) são de série.

Mitsubishi L200 Triton - foto Fábio Bustamante/Divulgação
Brake-light integrado à tampa da caçamba; preço a partir de R$ 109.990

Os preços sugeridos são R$ 109.990 (automática a gasolina), R$ 114.990 (manual diesel) e R$ 119.990 (automática diesel). Quem quiser incrementar ainda mais o modelo tem à disposição, entre os acessórios, itens como viva-voz com Bluetooth, controlador de velocidade e sensor de estacionamento. Há oito opções de cor: azul Oceano, branco Enya, cinza Hematita, prata Evolution, preto Lamp, verde Pantanal, vermelho Eclipse e vermelho Nelore. É a tendência de as picapes virarem cada vez mais automóveis de passeio.

 

O jornalista Luís Perez viajou a convite da Mitsubishi

 

FICHA TÉCNICA
Mitsubishi L200 Triton

Motor: dianteiro, longitudinal,
V6 (seis cilindros em “V”), 24V,
3.497 cm³ de cilindrada (gasolina) e quatro cilindros em linha, 16V, 3.200 cm³ de cilindrada (diesel)

Potência: 200 cv a 5.000 rpm (gasolina) e 165 cv a 3.800 rpm (diesel)
Torque: 31,5 kgfm a 3.500 rpm (gasolina) e 38,1 kgfm a 2.000 rpm (diesel)

Direção: hidráulica
Câmbio: automático de quatro velocidades e manual de cinco velocidades

Suspensão: dianteira independente com braços triangulares duplos e barra estabilizadora; traseira de eixo rígido e barra estabilizadora
Freios: a disco na dianteira e a tambor na traseira, com ABS (antitravamento) e EBD (distribuição eletrônica da força de frenagem)
Dimensões: 5,07 m de comprimento; 1,80 m de largura; 1,78 m de altura; 3,00 m de entreeixos
Peso: 1.855 kg (automática a gasolina), 1.945 kg (automática diesel) e 1.935 kg (manual diesel)

Tanque: 75 litros
Capacidade de carga: 1.095 kg (automática a gasolina), 1.005 kg (automática diesel) e 1.015 (manual diesel)
Preços:
R$ 109.990 (automática a gasolina), R$ 114.990 (manual diesel) e R$ 119.990 (automática diesel)


Publicado em 25/10/2007

voltar
© Carpress - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito
Desenvolvido por ADR Web