Shopping Interpress
OPINIO
LANAMENTO
REPORTAGEM
BUSCA
FALE CONOSCO
BOLETIM
SHOPPING
INTERBLOG
NOTCIAS








LANÇAMENTO
AVALIAÇÃO
Está por fora o que há de novo no Volkswagen Golf 2008
Dianteira e traseira são as maiores modificações do médio; dirigimos a versão 1.6
por LUÍS PEREZ

Divulgação
O novo Volkswagen Golf, que chega às lojas custando a partir de R$ 48.990

A dois meses de completar oito anos do início de sua produção no Brasil, eis que o médio Golf é reestilizado pela Volkswagen. As maiores mudanças podem ser conferidas na dianteira, com novos faróis, grade e pára-choque inspirado no “V” e no “W” da marca, e na traseira, que traz vidro mais largo e novas lanternas que invadem a tampa do porta-malas com seus elementos circulares inspirados, de acordo com designers da empresa, nas turbinas de aviões a jato.

Divulgação
Lanternas traseiras incorporam identidade visual de modelos alemães da VW

Em um primeiro contato, parece que o modelo mudou bastante. Mas basta conviver um pouco mais com o veículo para ver que não houve nenhuma revolução. Não é difícil de explicar. O Golf é um automóvel com ótima aceitação por parte do consumidor. Seu maior problema, que é o preço do seguro, ao que tudo indica foi resolvido com a instalação de rastreadores de série, o que barateia a cobertura.

Divulgação
Vidro traseiro está mais largo; maçaneta do porta-malas também mudou

Não é à toa também que a fabricante adotou como slogan o “pelo prazer de dirigir”. O Golf é um carro que “veste” muito bem, como uma camiseta básica. Porém um dos trunfos para ficar mais atraente foi o oferecimento de pacotes de equipamentos menos básicos. Por isso todas as versões já chegam de série com itens como ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, computador de bordo, sensor de estacionamento traseiro, retrovisores externos com pisca integrado, porta-óculos, alarme e o supracitado rastreador.

Divulgação
Interior pouco mudou; entre os novos detalhes, padronagem dos bancos

Como opcionais para a versão de entrada, há airbag para motorista e passageiro, sistemas ABS (antitravamento) e EBD (distribuição eletrônica da frenagen), ar-condicionado Climatronic (no qual é possível regular a temperatura desejada), rodas de liga leve aro 15, toca-CDs com função MP3 e faróis e lanternas de neblina.

Logo na versão Sportline há itens como rodas de liga leve 16, maçanetas das portas e frisos laterais na cor da carroceria, bancos de couro e faróis de neblina, entre outros. Entre os acessórios disponíveis para o Golf, estão o toca-CDs com entradas USB e Aux-In, que toca MP3, além viva-voz Bluetooth para telefone celular, DVD player e navegador via satélite.

Divulgação
Versão GTI, que começa em R$ 90.490, tem mostrador com fundo branco

Seus preços são: R$ 48.990 (1.6), R$ 52.990 (1.6 Sportline), R$ 56.300 (2.0), R$ 65.665 (2.0 Comfortline) e R$ 90.490 (GTI). Novidade é a versão Sportline, que retoma o conceito das séries especiais Generation e Flash, mais equipadas por menos dinheiro. Os motores têm as seguintes potências: 1.6 Total Flex de 101 cv (cavalos) com gasolina e 103 cv com álcool, 2.0 a gasolina de 116 cv e 1.8 Turbo de 193 cv, o que devolve ao Golf o título de mais potente modelo nacional, que havia sido tirado no início do mês pelo Honda Civic Si, de 192 cv. Mas a VW adverte: é preciso abastecê-lo com gasolina de alta octanagem. Há ainda quatro alternativas de transmissão: as manuais MQ200 (motor 1.6) e MQ 250 (motores 2.0 e 1.8 turbo), de cinco velocidades, a automática que equipa o motor 2.0, de quatro velocidades, e a Tiptronic (1.8 turbo), de cinco velocidades.

Divulgação
Retrovisor externo vem com a luz de seta integrada, o que é uma tendência

Mesmo o modelo equipado com motor mais “fraco” esbanja esportividade, conforme Interpress Motor comprovou na avaliação realizada com a versão 1.6, que incluiu trechos de rodovia, aclives e na cidade. Optamos por publicar em primeiro lugar a avaliação do veículo com essa motorização, pois ela responderá por quase um terço das vendas do modelo.

Merece ser citado o ótimo torque (força) desse motor, que fica entre 14,3 kgfm (álcool) e 14,5 kgfm (gasolina), permitindo que saia muito bem de lombadas em terceira marcha. Seu consumo na cidade fica entre 7,8 km/l (álcool) e 11,7 km/l (gasolina), subindo na estrada para 11,1 km/l e 16,9 km/l, respectivamente. Segundo a montadora, sua aceleração de 0 a 100 km/l é de 11,4 (álcool) a 11,6 (gasolina), e a velocidade máxima, de 187 km/h (a) ou 188 km/h (g).

Divulgação
Versão GTI com motor de 193 cavalos faz do Golf o mais potente nacional

Criado pelo designer Giorgetto Giugiaro em 1974, o Golf acaba de completar a marca de 25 milhões de unidades fabricadas em todo o mundo. Quem esperava uma “nova geração” vai ficar decepcionado. Sem que seja justificável o investimento para a produção do Golf 5 que na Europa tem nova plataforma há três anos, o Golf brasileiro é feito “do jeitinho alemão”, mas ainda sobre a plataforma do Golf 4. Aliás, o modelo é produzido atualmente em sete fábricas do grupo Volkswagen em seis países: São José dos Pinhais (Brasil), Wolfsburg e Mosel (Alemanha), Puebla (México), Sarajevo (Bósnia e Herzegovina), Uitenhage (África do Sul) e Changchun (China).

Divulgação
Esportivo acelera de 0 a 100 km/h, segundo aferição da VW,  em 7,5 segundos

No “teste das ruas”, o novo Golf chama a atenção. Não há quem não o fite ou que não admire sobretudo a lanterna traseira. É por enquanto o quinto colocado em vendas no acumulado do ano. Teve 879 unidades emplacadas, contra 3.445 do Chevrolet Astra, 2.617 do Peugeot 307, 1.904 do Ford Focus e 1.386 do Fiat Stilo. Mas tem tudo para recuperar o terreno perdido. Sobretudo quando a informação de que seu seguro caiu entre 30% e 40% nos últimos meses, com a instalação do rastreador, chegar a todos os candidatos a adquirir um Golf.

 

FICHA TÉCNICA

Volkswagen Golf 1.6
Sportline Total Flex
Motor
: dianteiro, transversal,

quatro cilindros em linha,

oito válvulas, a gasolina,
1.599 cm³ de cilindrada
Potência: 101 cv (g) a 103 cv (a)
a 5.750 rpm

Torque: 14,3 kgfm (g) a 14,5 (a)
a 3.250 rpm
Câmbio: manual de cinco velocidades

Direção: hidráulica

Suspensão: dianteira independente McPherson; traseira interdependente, com braço longitudinal

Freios: a disco nas quatro rodas
Dimensões: 4,20 m de comprimento; 1,74 m de largura; 1,46 m de altura; 2,52 m de entreeixos

Tanque: 55 litros
Porta-malas: 330 litros

Preço: R$ 52.990 (versão
básica custa R$ 48.990)

 

Publicado em 28/03/2007

voltar
© Carpress - Todos os direitos reservados
proibida a reproduo de contedo deste site em qualquer meio de comunicao, impresso ou eletrnico, sem autorizao por escrito
Desenvolvido por ADR Web